Ansiedade: Como enfrentar o mal do século - Augusto Cury

Ansiedade: Como enfrentar o mal do século - Augusto Cury

Como e por que a humanidade adoeceu coletivamente? Aprenda neste resumo, como enfrentar a Síndrome do Pensamento Acelerado.

Em um cenário cada vez mais agitado e caótico, as pessoas estão tendo mais dificuldades para lidar com os problemas, e conciliar eles com as obrigações. Através do livro "Ansiedade", o autor, Augusto Cury, te explicará sobre o "mal do século", e te ensinará dicas valiosas de como combatê-lo.

Se você sofre de ansiedade, seja ela o transtorno mental ou estado de espírito temporário, perde horas do seu dia imaginando situações que não aconteceram e já buscou soluções que não deram certo, acredite, essa obra de autoajuda é pra você!

E aí, está a fim de recuperar sua tranquilidade emocional e mental?

Então, vamos lá!

O livro "Ansiedade"

Publicado em 2015, o livro "Ansiedade: Como enfrentar o mal do século" possui 153 páginas. Nele, Augusto Cury aborda temas importantes relacionados à saúde mental. Ele explica de forma clara e objetiva a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA).

Segundo a frase do autor:

"Pensar é bom, pensar com lucidez é ótimo, porém pensar demais é uma bomba contra a saúde psíquica, o prazer de viver e a criatividade".

Baseado nessa afirmação, Augusto nos traz a reflexão de que desacelerar nossos pensamentos e saber gerir nossa mente é fundamental para uma vida mais saudável.

Quem é Augusto Cury?

Augusto Cury é psiquiatra, psicoterapeuta, cientista e escritor. Além disso, é considerado um dos autores brasileiros mais influentes dos anos 2000. Já vendeu mais de 25 milhões de livros em mais de 70 países espalhados pelo mundo.

Outras de suas obras famosas são "O vendedor de sonhos: O chamado" e "Inteligência Multifocal".

Cury também é criador da Teoria da Inteligência Multifocal, que explica o funcionamento da mente humana e como podemos exercer maior controle sobre nossas vidas através da inteligência e do pensamento.

Por que ler o livro "Ansiedade"?

Se você acredita ser ansioso ou possui a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA), e deseja obter dicas valiosas de como controlar seus pensamentos, fazendo com que você não seja escravo deles, esse livro é ideal pra você!

O que posso aprender com esse livro?

Dentre o conteúdo apresentado no livro, reunimos as melhores estratégias para que você consiga desenvolver habilidades e conhecimentos para enfrentar de uma vez por todas a ansiedade.

Os pontos mais relevantes abordados pelo autor, Augusto Cury, são:

  • Como o vício em pensar pode trazer graves problemas a nossa saúde;
  • O que é a SPA e como ela afeta nossa mente;
  • Aprenda a gerenciar seus pensamentos para que você não seja escravo deles;
  • A falta de ensinamento da inteligência emocional no ensino moderno.

Faça o Download do Resumo do Livro "Ansiedade - Augusto Cury" em PDF

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download do PDF grátis e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Ansiedade: Como enfrentar o mal do século - Augusto Cury PDF download gratis

Síndrome do Pensamento Acelerado

Neste tópico, Augusto Cury descreve como a sociedade moderna, que é bombardeada com tanta informação e necessidade de urgência, violou algo que deveria ser imutável: o ritmo da construção dos pensamentos.

Ele diz que isso gera graves problemas a todos nós, como a alteração do prazer de viver, desenvolvimento da inteligência, criatividade e comunicação.

Podemos nos considerar verdadeiros "homens das cavernas", no que diz respeito à nossa saúde mental.

Portanto, deveríamos gastar mais tempo cuidando dela. Agindo de forma instantânea, assim que algum pensamento perturbador invadisse nossos pensamentos.

Um dado alarmante apresentado pelo livro, "Ansiedade", diz que 20% da população mundial sofrerá algum dia com a depressão, e que 80% de todos nós sofremos da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Baseado nesses dados, Cury aborda diversos outros aspectos do nosso subconsciente.

Realmente somos livres em nossa mente?

Podemos afirmar que somos livres em nossa mente? Segundo o autor, Augusto Cury, só teremos essa liberdade se formos totalmente capazes de controlar nossos pensamentos.

Ele afirma que a nossa memória registra tudo de forma automática, sem filtrar o que é bom ou ruim.

Com isso, o nosso cérebro simplesmente armazena tudo o que é repassado a ele. Esse fenômeno é conhecido como RAM (Registro Automático de Memória).

A obra, "Ansiedade", aborda de forma matemática a construção do pensamento, o que para Cury é simplesmente igual a um corpo de informações disponível + estímulo recebido. São justamente essas informações que nos dão suporte para todas as nossas tomadas de decisões.

As estruturas do pensamento

É evidente que a maioria das pessoas não sabem lidar com os seus pensamentos. Basta olhar ao seu redor. Quantas pessoas próximas a você enfrentam ou já enfrentaram qualquer tipo de problema emocional?

Estamos no auge da indústria do lazer, mas, mesmo assim, somos uma sociedade triste. Apesar de estarmos em meio a tanto conhecimento, nunca tivemos uma sociedade tão engessada, sem criatividade, onde só se repete o que já foi criado.

Augusto Cury esclarece em seu livro, "Ansiedade", que é fundamental um conhecimento aprofundado sobre o pensamento do ser humano e necessário saber as causas de cada reação do nosso cérebro. Somente através disso é possível combater a SPA.

O gatilho de memória

Através dos estímulos externos, o gatilho de memória acessa o que já foi vivido por nós. Após esses estímulos, ele abre as janelas de memória e ativa a interpretação imediata e a consciência instantânea.

O gatilho de memória é o que associa o ambiente onde nós estamos imersos ao nosso subconsciente. Ele é ativado quando entramos em contato com os mais diversos tipos de estímulos, como luz, sons, estímulos táteis, gustativos e olfativos.

Cury informa que esse gatilho tem um papel muito importante, pois é através dele que somos capazes de aprender e nos relacionar.

Mas quando ele não é gerenciado de maneira correta, pode causar efeitos nocivos, como síndromes, vícios ou outros tipos de doenças psíquicas.

As janelas de memória

Nos computadores, existem as memórias digitais, as quais nós, usuários, temos acesso. Na memória humana isso não é diferente, pois acessamos áreas específicas da memória, o que é denominado por Augusto Cury, em seu livro "Ansiedade", como janelas de memória.

O acesso às janelas de memória ocorre através da leitura e da construção de informações. Cada uma dessas janelas é responsável por determinados tipos de conhecimentos diferentes.

O autor separa as janelas de memória em três classes:

Janelas neutras

Correspondem a mais de 90% das áreas de memória. Como o próprio nome sugere, contém milhares de informações "neutras", ou seja, informações não relacionadas a emoções.

Basicamente, elas tratam de assuntos corriqueiros, como números, informações escolares, endereços, telefones e conhecimentos profissionais.

Janelas Killer

De acordo com o livro "Ansiedade", referem-se às áreas de memória que contêm informações remetidas a momentos angustiantes, tensos, depressivos, compulsivos ou de caráter fóbico.

O nome Killer vem do fato de que essas janelas impedem o funcionamento de várias outras janelas, o que leva as pessoas a serem prisioneiras de si mesmas.

Janelas light

São todas as áreas de memória que contêm prazer, tranquilidade, serenidade, generosidade, flexibilidade, sensibilidade, ponderação, coerência, apoio e exemplos saudáveis.

As janelas light "iluminam" o EU para o desenvolvimento de funções complexas, como capacidade de pensar antes de agir, empatia, resiliência, criatividade, raciocínios complexos, encorajamento, determinação, persistência e o gerenciamento de pensamentos.

O EU e autofluxo

O autor, Augusto Cury, explica que o EU pode ser considerado o centro da personalidade humana. Ele que comanda a psique, o desejo consciente, a capacidade e a autodeterminação.

A definição do EU é extremamente ampla, pois é responsável por mais de 25 papéis vitais.

O autofluxo, por sua vez, desempenha a tarefa de conectar todas as janelas de memória com os gatilhos.

A Síndrome do Pensamento Acelerado

Nunca se viveu em uma sociedade tão repleta de excessos. Somos bombardeados todos os dias por uma quantidade desenfreada de informações, trabalho e cobranças.

A Síndrome do Pensamento Acelerado se manifesta devido, principalmente, à enorme quantidade de pensamentos processados em nosso cérebro.

Ela atinge a maioria de nós, e gera danos como dores de cabeça e musculares, irritabilidade, dificuldade de desfrutar os bons momentos da vida, déficit de atenção, insônia e preocupação por antecedência.

Quais os níveis de SPA?

O autor, Augusto Cury, afirma em seu livro, "Ansiedade", que a SPA pode ser dividida em 6 estágios:

  1. O primeiro nível: trata-se de viver distraído, sempre esquecendo de uma coisa ou outra;
  2. O segundo nível: trata-se daquele tipo de pessoa que não "desfruta da trajetória", só pensa no futuro e não aproveita as coisas boas do presente;
  3. O terceiro nível: trata-se de cultivar o tédio. Nesse estágio, os problemas tornam-se desinteressantes e mais evidentes;
  4. O quarto nível: trata-se de não suportar pessoas lentas. Pessoas nesse grau de SPA não conseguem ensinar mais do que duas ou três vezes, pois são muito impacientes;
  5. O quinto nível: trata-se daquele tipo de pessoa que planeja as férias com muito antecedência. São pessoas que estão sempre cansadas e pensando em momentos futuros de lazer;
  6. O sexto nível: trata-se das pessoas que tem como meta de vida a aposentadoria. O indivíduo espera, ansiosamente, para não ter mais que trabalhar.

As consequências da SPA

"Ansiedade: Como enfrentar o mal do século" expõe o que é o envelhecimento precoce da emoção. Pessoas com SPA têm uma insatisfação crônica, são impacientes quando discordam de suas opiniões, desfocadas e não conseguem aproveitar o presente.

O retardamento da maturidade emocional é outro sintoma recorrente. Cury explica que isso acontece quando a idade biológica não condiz com a idade mental e emocional.

Em uma pessoa portadora da SPA, o EU não consegue amadurecer de forma adequada.

Além disso, na maioria dos casos, elas têm dificuldade de ir atrás dos seus sonhos e enfrentar os desafios necessários para alcançá-los.

Como gerenciar a Síndrome do Pensamento Acelerado

Augusto explica na sua obra, "Ansiedade", 8 formas para gerenciar a SPA:

  1. Capacitar o EU para ser o autor da sua própria história;
  2. Não ser escravo dos seus pensamentos. É fundamental ter o pensamento livre;
  3. Saber gerenciar o sofrimento antecipatório. Viver o momento atual é crucial para uma vida mais feliz;
  4. Fazer a higiene mental através da técnica DCD (duvidar, criticar e decidir);
  5. Reciclar crenças antigas, ou seja, identificar o que não se acredita mais e imediatamente se desfazer disso;
  6. Não ser uma máquina de retenção de informações. Saber filtrar o que realmente te agrega valor;
  7. Não trabalhar excessivamente;
  8. Dar mais importância a sua qualidade de vida. Pensar mais em si.

Mais livros de autoajuda

Em "Contágio: Por que as coisas pegam", o autor Jonah Berger esclarece que os gatilhos mentais têm objetivo de permitir que seu cérebro funcione melhor, sem sobrecarga de informações.

Eles servem para ligar uma coisa na outra, ou seja, quando falamos sobre determinada questão, automaticamente, lembramos de outra, fazendo essa ligação entre eles e, com isso, aumentando seu poder de persuasão ao negociar suas vendas.

Já em "O Poder do Hábito", o autor Charles Duhigg esclarece que as pessoas podem utilizar toda ansiedade para fins melhores, por exemplo, se você valoriza a endorfina da corrida, sua rotina de correr todas as manhãs pode se tornar um ciclo automático de hábitos.

Por último, Ryder Carroll, autor do livro "O Método Bullet Journal", mostra que, segundo estudos, cerca de 70. 000 pensamentos passam pela nossa mente todos os dias. Isso seria o suficiente para escrevermos um livro a cada 24 horas. É muita coisa!

Nossos pensamentos não param, o que dificulta o nosso discernimento do que é mais importante para o momento. Assim, não conseguimos ter foco, e acabamos desorganizados e sobrecarregados.

Por isso, o autor Augusto Cury destaca no livro "Ansiedade" a importância de colocar ordem nesse caos da mente, e uma das melhores formas de se fazer isso é através da escrita.

Como lidar com a ansiedade?

Responda com sinceridade. Você sofre ou já sofreu com os assuntos abordados por Augusto Cury, no livro "Ansiedade"?

Se a resposta for não, considere-se uma pessoa de sorte. Mas, caso contrário, é hora de arregaçar as mangas e exercitar as dicas trazidas aqui, centrando na overview de gerenciamento da SPA.

Gostou desse resumo do livro "Ansiedade"?

Se você gostou dessa resenha, deixe seu feedback e conte para nós o que achou do nosso Pocket Book! Além disso, para ter acesso ao conteúdo completo do livro, é só clicar na imagem abaixo:

Livro Ansiedade: Como enfrentar o mal do século

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!