Ataque! - Ram Charan

Ataque! - Ram Charan

Você possui um negócio e está cheio de dúvidas quanto ao desempenho de sua empresa? Adapte-se ao mundo de incertezas e transforme-o em grandes oportunidades para atacar e sair na frente da concorrência.

Estamos vivendo um período em que as forças que influenciam o desempenho de uma empresa estão em constante transformação. Esse cenário de incertezas é o principal desafio da liderança de nossa época.

Nesse resumo do livro "Ataque" de Ram Charan, são apresentadas ferramentas para alcançar o sucesso em meio a esse contexto de dúvidas. A partir disso, aprendemos a mergulhar no desconhecido e transformá-lo em oportunidades, fazendo com que sejamos pioneiros.

Continue lendo e te daremos dicas de como ser ofensivo e sair na frente dos seus concorrentes!

Sobre o livro "Ataque!"

O livro "Ataque!" foi publicado em 2014 pelo autor Ram Charan. A obra consiste em 176 páginas divididas em quatro partes subdivididas em 16 capítulos.

É abordada a importância de os líderes estarem sempre atentos às mudanças e se adaptarem, antes que as inovações acabem com seus negócios.

A obra tem por título original "The Attacker's Advantage" e foi definida pela Publishers Weekly como "fonte extremamente útil para quem lida com um mercado em constantes mudanças e demandas incessantes".

Sobre o autor Ram Charan

O indiano Ram Charan é autor de diversos livros, entre eles, os best-sellers "Execução" e "Pipeline da Liderança". Começou a aprender sobre empresas a partir da sua experiência pessoal em uma loja de sapatos de sua família.

Trabalha como consultor de negócios e conselheiro de diversos CEOs ao redor do mundo, fornecendo soluções práticas para os desafios enfrentados pelas companhias.

Esse livro é indicado para quem?

O livro "Ataque!" é indicado para líderes que desejam se adaptar ao mundo de incertezas e transformá-lo em grandes oportunidades para atacar e sair na frente da concorrência.

Ideias principais do livro "Ataque!"

  • A incerteza estrutural é o maior desafio da liderança em nossa época;
  • Os líderes precisam desenvolver a acuidade perceptiva;
  • É necessário partir para o ataque, tendo uma mentalidade ofensiva e definindo um caminho;
  • As organizações devem se tornar ágeis e uma excelente ferramenta para tanto, são as sessões de prática em grupo.

Faça o Download do Resumo do Livro "Ataque!" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Ataque! - Ram Charan, PDF

Overview: O principal desafio da liderança em nossa época

Segundo Ram Charan, "assumir o controle da incerteza é o principal desafio da liderança na nossa época".

Apesar das incertezas fazerem parte das nossas vidas e da rotina do mundo empresarial, o cenário que os atuais líderes têm enfrentado é realmente único e desafiador.

Curvas da estrada

Além das conhecidas incertezas operacionais, profissionais e macroscópicas, temos enfrentado a incerteza estrutural.

Isso significa que as forças atuantes de hoje podem prejudicar seriamente ou até mesmo extinguir um setor ou mercado específico.

Nesse panorama, para que uma empresa possa sobreviver, é necessária a existência de uma liderança totalmente nova, capaz de prever o futuro e partir para o ataque.

Assim sendo, Ram quer que você saiba que as pessoas mais preparadas para lidar com esse cenário possuem:

  • Acuidade perceptiva;
  • Capacidade de enxergar oportunidades na incerteza;
  • Capacidade de divisar um novo caminho e se comprometer com ele;
  • Habilidade de realizar a transição para o novo caminho;
  • Capacidade de fazer com que a organização seja direcionável e ágil.

Para se adaptar a essa nova realidade, serão necessárias muitas mudanças e isso poderá trazer desconforto.

Porém, a forma como vamos lidar com a incerteza poderá nos colocar em mundos completamente distintos: o da atitude defensiva ou o do ataque, mundo dos empreendedores que agem com rapidez!

Por que a incerteza estrutural é diferente

Neste capítulo de "Ataque!", o autor demonstra que a incerteza estrutural se mostra mais complexa justamente porque é externa, foge do nosso controle.

Dessa forma, é necessário criarmos nosso lugar nesse novo cenário que se apresenta antes que sejamos destruídos.

Quase nenhum negócio está livre da ameaça da incerteza estrutural, e ela nem sempre aparece de uma hora para outra.

Na maioria das vezes, os sinais de incerteza não são percebidos pelas empresas, fazendo com que elas sejam pegas de surpresa e tenham dificuldade de reagir. Por isso, devemos ficar atentos aos sinais externos.

A revolução algorítmica e a ascensão da matemática

Atualmente, o maior instrumento isolado de mudança é o desenvolvimento de ferramentas envolvendo a matemática.

Essas ferramentas são capazes de prever comportamentos através da coleta de uma quantidade enorme de dados e isso tem mudado a estrutura da economia global e vida das pessoas.

Essa revolução possibilitou um novo nível de interatividade entre as empresas e os consumidores. Isso significa que as empresas são capazes de prever preferências e, a partir disso, desenvolver estratégias.

Assim, a tomada de decisões fica muito mais rápida e efetiva.

Overview: Desenvolvendo a acuidade perceptiva

A acuidade perceptiva, segundo o autor, "é nosso radar humano para enxergar em meio à neblina da incerteza o modo de agir antes dos outros".

Ela não costuma fazer parte do desenvolvimento da liderança e, por isso, poucos líderes a desempenham.

Identificando os catalisadores da mudança estrutural

Os líderes costumam olhar seus negócios de dentro para fora, procurando aquilo que se encaixa no que eles têm conhecimento.

Porém, a liderança necessária na atualidade é aquela que olha de fora para dentro, procurando sempre sinais de mudança.

Um dos primeiros sinais de mudança é o aparecimento do catalisar, isto é, uma pessoa com excelente acuidade perceptiva, que pensa de forma criativa, pondera e age em busca de novas oportunidades.

Enxergando o que os catalisadores enxergam

Quanto mais desenvolvemos a acuidade perceptiva mais ficamos atentos às novidades e tendências, o que nos possibilita enxergar a realidade de ângulos diversos.

É necessário estarmos sempre alertas para o que é novo e o que é irregularidade, contradição ou anomalia. Alguns exemplos de anomalia são:

  • Uma tendência em aceleração;
  • Um evento extraordinário;
  • Potencial de escalabilidade.

Em suma, ao se deparar com essas situações, devemos refletir sobre como será o novo cenário e de que forma podemos nos aproveitar dele.

Ferramentas para desenvolver acuidade perceptiva

Muitas pessoas utilizam a correria do dia-a-dia como desculpa para não desenvolver a acuidade perceptiva. Porém, o mais importante é ter foco e disciplina para observar atentamente durante a sua rotina.

Para auxiliá-lo, o autor Ram Charan apresenta diversas ferramentas:

  • Exercício de dez minutos: dedicar dez minutos de uma reunião semanal para identificar sementes e catalisadores;
  • Procurar pontos de vista contrários;
  • Dissecar ocasionalmente o passado;
  • Mergulhar nas fontes de risco;
  • Desenvolver continuamente seu mapa mental de mudanças em diversas indústrias;
  • Considerar quem poderia usar uma invenção, patente ou nova lei para criar uma curva na estrada;
  • Perguntar quais são as novidades;
  • Recorrer às pessoas de fora para intensificar sua capacidade observação;
  • Observar o cenário social;
  • Ser um leitor voraz.

Overview: Partindo para o ataque

A mudança para uma nova trajetória envolve muitos desafios, mas não podemos permitir que isso nos desvie e nos impeça de definir nosso objetivo. Hoje em dia, manter uma postura defensiva significa regredir.

Definindo o caminho

É extremamente relevante que você seja ágil e disposto a realizar mudanças mais de uma vez, se necessário.

Porém, essas mudanças envolvem diversos fatores das organizações e, por isso, tudo precisa estar alinhado à sua estratégia.

Os líderes não podem deixar que as novas tecnologias possam substituir o sentimento intuitivo para com os clientes, uma vez que o objetivo da organização deve ser descobrir o que estaria deixando uma lacuna na experiência de consumo. Para isso, nada é mais eficiente do que a observação direta.

Mentalidade ofensiva

A escolha de um caminho em meio à incerteza envolve questões psicológicas, uma vez que será testada a sua capacidade de lidar com a instabilidade.

Nesse processo, você deverá se comprometer com um objetivo mesmo que tudo ainda parece muito confuso e arriscado.

Nessa nova jornada, é preciso adotar uma mentalidade ofensiva e, para isso, é muito importante prestar atenção aos bloqueios subconscientes de todos os envolvidos, para que eles não os impeçam de seguir em frente.

Segundo Ram Charan, alguns bloqueios subconscientes que interferem na acuidade perceptiva são:

  • Apego às competências existentes;
  • Incapacidade de desenvolver uma nova competência;
  • Obsolescência de pessoas que já foram fundamentais para a organização;
  • Medo;
  • Rejeição da oposição.

Ter a consciência de seus bloqueios psicológicos e lutar para superá-los será um teste de coragem que concederá liberdade para seguir.

É impossível eliminar todas as incertezas em nossas vidas, porém, não enfrentá-las é um grande risco.

Overview: Criando uma organização ágil

Uma excelente estratégia para conseguirmos estar sempre atentos às mudanças externas e trazê-las para o dia-a-dia da empresa é através das sessões de prática em grupo.

Essas sessões são baseadas nos seguintes princípios:

  • Inclusão de todas as pessoas fundamentais cujo trabalho é interdependente;
  • A transparência é soberana;
  • Os membros procuram a causa básica de cada problema, ajudando o responsável a solucioná-lo;
  • A transparência permite que as pessoas percebam como as decisões influenciam cada parte da empresa e as metas comuns;
  • Fazem parte das discussões as observações sobre o contexto externo e o reflexo disso nos negócios;
  • Os membros conduzirão melhor suas áreas por conseguirem visualizar o progresso do grupo e os obstáculos, semanalmente.

Tomada de decisões: o quê, quem, como - concentrando-se nos principais nós de decisão da organização

Para que você consiga levar a sua empresa para um novo caminho, é necessário mudar também a forma como você toma as decisões fundamentais.

Para isso, é necessário identificar os nós de decisão e olhá-los de uma nova forma, para que todos os setores da organização funcionem juntos de uma maneira mais eficiente.

Além disso, é importante colocar as pessoas certas para tomar as decisões mais importantes.

Ocorre que, nem sempre, as pessoas certas são aquelas que trabalham na empresa há anos e já contribuíram muito no passado.

A pessoa certa é aquela que tem atitude, habilidades necessárias e expertise para a posição.

Após definir os nós e seus integrantes, é importante monitorar como eles estão trabalhando, mantendo tudo em sincronia com o mundo externo.

Deve haver uma forte conexão entre o nó e fontes de informações essenciais, explorando sempre o potencial da digitalização.

Dirigindo em duas pistas

Além de possuir um plano sobre qual caminho trilhar, é necessário ter capital para sustentar essa mudança. Dessa forma, você não pode abandonar seu atual negócio pelo fato de estar em busca de algo novo.

A partir do momento em que você define qual o seu objetivo final, você deverá estabelecer metas de curto prazo para alcançá-lo.

Essas metas nem sempre precisam ser quantitativas, a ideia é criar um caminho prático e viável. Essas realizações de curto prazo precisam ser sempre monitoradas.

O orçamento deve ser o mais flexível possível, de modo a acompanhar todas as mudanças do meio interno e externo.

Muitas vezes o dinheiro terá que ser realocado para sustentar o investimento e isso requer muito cuidado e disciplina, para não perder o caixa ou a liquidez.

O que outros autores dizem a respeito?

No livro "Reinventando as Organizações", Frederic Laloux diz que as organizações se moldam de acordo com a evolução da consciência humana. Hoje, existem algumas empresas que incentivam seus funcionários a participarem da tomada de decisões mais complexas.

A tendência, segundo ele, é que as organizações se tornem cada vez mais horizontais, desprezando o tradicional sistema hierárquico de poder.

No livro "Faça Como Warren Buffett", os autores fornecem dicas valiosas de um dos maiores investidores do mundo. Uma delas é não ter vergonha por não ter uma ideia original. Recorra àquelas já comprovadas, de outros empresários, pois, para Warren, essas são as melhores e as chances de darem errado são quase nula.

O livro "Smart Collaboration", de Heidi K. Gardner, ressalta a importância de cultivar uma colaboração inteligente com seus funcionários. Dessa forma, tem-se um time formado por grandes profissionais alinhados a fim de expandir seus horizontes, inovar, trabalhar em equipe e conquistar a lealdade do cliente.

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

  • Desenvolva e pratique sempre a acuidade perceptiva;
  • Mantenha uma mentalidade ofensiva e trace um novo caminho para o seu negócio;
  • Utilize a ferramenta das sessões de prática em grupo;
  • Torne sua empresa mais ágil e direcionável e esteja sempre preparado para realizar mudanças.

Gostou desse resumo do livro "Ataque!"?

Você está pronto para se tornar um líder que transforma incerteza em oportunidades? Deixe seu feedback sobre o nosso resumo, sua participação é importante para melhorar nosso conteúdo.

Se tiver interesse em se aprofundar mais nesse assunto, adquira o livro clicando na imagem abaixo:

Livro Ataque!

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!