Livro Cultura de Confiança - Luiz França

Cultura de Confiança - Luiz França

Descubra aqui o real significado de engajamento e como o poder da cultura de confiança influencia na transformação de uma empresa comum em um ótimo local de trabalho.

Você já parou para pensar sobre o que faz uma empresa ter sucesso tanto interna quanto externamente? Seria o segredo do sucesso a utilização de boas métricas e estratégias encantadoras de marketing? Ou a resposta seria simplesmente fazer boas promoções?

No livro “Cultura de confiança: a arte do engajamento para times fortes e que geram resultados”, Luiz França mostra que a resposta vai além. Segundo ele, é preciso considerar o ser humano antes de tomar qualquer decisão, pois “as pessoas são a única razão de ser do negócio”!

Aqui você descobrirá o real conceito de liderança  e, de quebra, você vai aprender a promover uma cultura de engajamento impactante de maneira positiva e direta nos colaboradores e clientes.

Quer saber mais? Então, aproveite este mergulho nas águas profundas do conhecimento e colete poderosos insights para o sucesso do seu negócio.

O livro “Cultura de Confiança”

“Cultura de confiança: a arte do engajamento para times fortes e que geram resultados” ensina como utilizar a liderança para transformar vidas em estágio de melhoria contínua. Aqui você verá que cada vez mais a ressignificação do trabalho está aliada à aceleração de mudanças necessárias que os ambientes de negócios precisam.

A obra de Luiz França tem 202 páginas e está dividida em 9 capítulos que focam no método de gerar ciclos de prosperidade para o ecossistema de liderança e negócios.

Quem é Luiz França?

Luiz França se define como “humanizador de organizações, inspirador de pessoas, escritor, empreendedor, empresário, executivo, mentor, professor e palestrante”.

O autor de “Cultura de Confiança” também é psicólogo e possui MBA em Administração com foco na gestão de pessoas. Ainda, ele é head de Recursos Humanos para as Américas na Kordsa.

Por que ler “Cultura de Confiança”?

Ler “Cultura de Confiança” é interessante porque ensina aos gestores como desenvolver seus colaboradores para além do ambiente de trabalho, promovendo uma empresa lucrativa e feliz.

O livro é destinado a gestores, empresários e empreendedores que desejam medir e aumentar o engajamento. Porém, pessoas que buscam ampliar seus conhecimentos nas áreas de gestão de projetos e gestão empresarial estão mais do que convidados a continuarem a leitura.

Quais são os pontos principais de “Cultura de Confiança”?

  • O engajamento positivo do seu time garante felicidade e prosperidade para ele e para a empresa;
  • O diálogo aberto surpreende e motiva as pessoas, fazendo-as trabalhar por melhorias para a organização;
  • Para aumentar o bom desempenho dos times e incentivar colaboração espontânea convém promover parceria entre os departamentos;
  • Para um gestor prosperar é fundamental cuidar das pessoas com olhar humano;
  • Sem pessoas não existem negócios: são elas que terão atenções na execução de um projeto impactante;
  • O resultado apenas pelo resultado é o que vai acabar afundando a sua empresa”;
  • O entendimento é a arte de trazer para dentro de si a tendência projetada pelo outro a partir da experiência de vida dele”.

O que é cultura de confiança?

Segundo Luiz França, a cultura de confiança é a arte do engajamento destinada a times robustos que agregam resultados onde estão situados como, por exemplo, numa organização ou empresa.


O engajamento será a força propulsora com a qual as pessoas terão orgulho do que fazem, (...) e poderão viver suas melhores versões todos os dias em um ambiente que fomenta o desenvolvimento e que levará o trabalho e a humanidade a uma nova dimensão, gerando felicidade e prosperidade para todos.


Nesse sentido, a liderança tem um papel muito forte nessa arte de engajamento. De acordo com o livro “Cultura de Confiança”, é a liderança que está na essência de todo o processo de transformação.

Sem ela, as peças do quebra-cabeça não serão juntadas e nem formarão um caminho para o sucesso. Por isso, é importante se atentar aos tipos de liderança que existem em sua empresa.

Como criar uma cultura de confiança?

Para criar uma cultura de confiança é necessário ter propósito no itinerário de desenvolvimento pessoal. O propósito age na formação da cultura organizacional e impacta diretamente a excelência do processo de gestão e o sucesso de uma organização.

Em outras palavras, o desenvolvimento pessoal de cada colaborador reflete no sucesso empresarial. Por isso, é fundamental que a empresa proporcione bem-estar para seus funcionários.

Uma gestão sem propósito e que não engaja seu time em função de uma meta, é uma liderança que guia a empresa para o fracasso.

Segundo Luiz França, evoluir e servir é a essência de tudo o que ele apresenta em seu livro “Cultura de Confiança”. Por isso, o papel do líder e não somente dos colaboradores, também está no serviço na busca pela evolução contínua da empresa ou organização.

Lembre-se: O engajamento do time é fortemente afetado pelo estilo de liderança do gestor.

Como manter a confiança sem prejudicar a estratégia de transformação de uma empresa?

Conforme o livro “Cultura de Confiança”, é fundamental respeitar os passos de evolução das pessoas e da cultura. Para manter a confiança e credibilidade sem afetar a estratégia de transformação da empresa, Luiz França recomenda aplicar o método 6Es do dia após dia (escutar, entender, executar, estandardizar, energizar e evoluir).

Este método ajuda a reconhecer os avanços de cada etapa do planejamento nas empresas, independentemente de seu produto ou serviço.

1ª etapa: escutar

Escutar é um “fator-chave para trazer as principais contribuições das pessoas”. Por isso, é necessário criar momentos de valorização do diálogo.

Contudo, vale um alerta de que não se deve fazer destes momentos uma obrigação nem devem seguir um padrão. É interessante, ainda, promover diálogos individuais e coletivos.

2ª etapa: entender

Segundo Luiz França, esta etapa parece simples, mas não é. Para obter entendimento é necessário ter perguntas ao invés de respostas.

É a qualidade das perguntas que amplia o conhecimento e proporciona um maior entendimento da perspectiva do outro.

3ª etapa: executar

É necessário organizar tudo para a execução do que é possível com os recursos que se tem e se beneficiar da mudança. Além disso, deve-se definir o método 5W2H (em inglês: what, why, who, where, when, how e how much).

Isto é, deve-se definir o que, por que, quem, onde, quando, como e quanto na implementação de uma excelente ação.

4ª etapa: estandardizar

A estandardização ou, simplesmente, "padronização" é o que dá sentido no processo de educação para a consolidação de novos hábitos. Isto proporciona clareza às mudanças propostas pela gestão e ter um excelente parâmetro para definição do nível de sucesso durante os passos seguintes.

5ª etapa: energizar

De acordo com o livro “Cultura de Confiança”, esta etapa consiste em reconhecer o movimento energético que as mudanças positivas proporcionam e a ampliação dos benefícios para todos que são impactados. Convém romper os ciclos da negatividade de maneira rápida e comunicar os benefícios com as novas práticas.

6ª etapa: evoluir

Nesta etapa, a agilidade em melhorar o novo define a velocidade para a transformação da cultura de engajamento. Deve-se olhar para as práticas novamente e buscar um novo padrão. O processo de evolução requer desapego, encontrar novas soluções e retornar à base do novo modelo de transformação.

Livros sobre Cultura Corporativa

Sandro Magaldi e José Salibi ensinam no livro “O Novo Código da Cultura” como adequar sua empresa diante das necessidades de inovação e entrega de resultados do mundo atual.

Richard D. Lewis explora em seu livro “When Cultures Collide” a dinâmica entre negócios globais e comunicação intercultural. O autor dedica, ainda, uma análise específica de cada país, explicando detalhadamente sobre cada cultura nacional.

David Cohen, por fim, mostra no livro “Cultura de Excelência”  a cronologia da organização, destacando os principais acontecimentos, bem como sua missão, valores, iniciativas e uma breve descrição dos principais treinamentos oferecidos.

Como posso aplicar o conteúdo de “Cultura de Confiança”?

  • Viva o sentimento de pertencer a uma causa maior;
  • Desenvolva uma cultura que promova o bem-estar dos colaboradores;
  • Entenda que tudo está conectado e os efeitos são sempre sistêmicos;
  • Trabalhe como um modo de expressar seu talento e exerça sua vocação para conduzir uma missão;
  • Crie momentos que valorizem o diálogo;
  • Estabeleça propósito, defina a grande meta, realize as pequenas metas e aplique os 6Es em cada etapa;
  • Busque romper os ciclos de negatividade e comunique os benefícios da nova prática.

Avalie o resumo de “Cultura de Confiança”

Conta pra nós abaixo, o que você achou das dicas de Luiz França sobre cultura de confiança? Se gostou muito, não deixe de selecionar a quantidade de estrelas que merecemos, hein?!

Esperamos que este resumo te ajude na visão de estratégias para transformar uma empresa num ótimo local de trabalho.

Ah, outra coisa! Que tal assinar a nossa newsletter grátis? Também indicamos a nossa assinatura premium para você poder ouvir os nossos resumos em poucos minutos.

Terminou o resumo e ficou com um “gostinho de quero mais”? Então, clica na imagem abaixo que você em instantes estará a um passo de adquirir o livro completo!

Livro Cultura de Confiança

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!