Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido - Scott Adams

Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido - Scott Adams

Descubra neste resumo como o fracasso pode ser seu companheiro como um elemento do sucesso, que pode te trazer lições essenciais para a vida.

Você já se perguntou se existe uma fórmula para o sucesso? Scott Adams afirma que não, mas que é possível conquistá-lo com algumas ações do cotidiano.

Assim, você pode encontrar a resposta para o sucesso combinando o que você está fazendo com o que o autor tem a apresentar. Afinal, o melhor avaliador do que funciona para você é você mesmo.

Sem a intenção de conceder um guia definitivo para o sucesso, o livro "Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido" lhe mostrará, com muita sinceridade e espontaneidade, o que o autor fez e funcionou para ele. E, claro, pode funcionar para você também.

Ficou curioso né? Então vamos logo ao conteúdo desse resumo!

Sobre o livro "Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido"

O livro "Como fracassar em quase tudo e ainda ser bem-sucedido", lançado em 2016, do original "How to Fail at Almost Everything and Still Win Big", foi escrito por Scott Adams.

Ele apresenta uma leitura descontraída, com bom humor e te convida a rir dos próprios fracassos, afinal de contas, o maior sucesso é ser feliz.

Todo conteúdo está contemplado em suas 304 páginas que são divididas em 38 capítulos e mostra como o fracasso pode ser uma escola, desde que se tenha um método.

Sobre o autor Scott Adams

Scott Adams, americano nascido em 1957, em Nova York, é o criador de Dilbert — cartoons que satirizam a vida dos negócios, aparecem em cerca de 1550 jornais e revistas de todo o mundo.

O autor ocupa diversos cargos em grandes empresas e tem acumulado várias experiências através de seus fracassos. Além disso, é palestrante e autor de outros best-sellers de não ficção, como o livro "Ganhar de Lavada".

Esse livro é indicado para quem?

O conteúdo do livro "Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido" ensinará a você como aprender com seus próprios erros e a tirar deles ideias originais e úteis para alcançar o sucesso.

Se você acredita que o sucesso é construído apenas por vitórias, essa obra lhe apresentará uma visão completamente diferente. Se você está apenas começando sua caminhada rumo ao sucesso, ou quer saber o que tem feito de errado até esse momento, você poderá encontrar a resposta aqui.

Ideias principais do livro "Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido"

  • "É no fracasso que o sucesso gosta de se esconder bem à vista. Tudo o que você quer da vida está nesse enorme tanque borbulhante de fracasso. O truque é tirar dele as coisas boas";
  • "Se alcançar o sucesso fosse fácil, todo mundo iria conquistá-lo. Ele exige esforço. Esse fato funciona a seu favor, pois mantém as pessoas preguiçosas fora do jogo";
  • "Organize a disponibilidade limitada de tempo para obter o melhor resultado";
  • "Faça as escolhas que maximizem a sua energia pessoal";
  • "Não importam os genes e as circunstâncias, a história nos diz que você precisa trabalhar duro para chegar ao sucesso".

Faça o Download do Resumo do Livro "Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido - Scott Adams, PDF

O fracasso é um recurso que pode ser administrado

Normalmente, as pessoas de sucesso escondem seus fracassos, fazendo, dessa forma, pensarmos que eles têm um certo toque de talento ou mesmo sorte. O autor tem colecionado uma variedade de empregos e aventuras empresariais que mostram justamente o contrário.

Claro, a maioria delas terminaram em fracasso. Vamos conferir algumas:

  • A primeira entrevista de trabalho: Em seu último ano na Hartwick College, Adams participou do processo de entrevistas para trabalhar na empresa Xerox. Ele relata o ocorrido da seguinte forma:

"Minha entrevista com o recrutador correu bem. Expliquei que não tinha nenhuma habilidade em vendas, mas gostava de conversar. E o que é vender, perguntei retoricamente, senão uma forma de argumentar com os clientes até você ganhar?"

Sim, o autor não conseguiu o emprego, mas aprendeu a procurar possibilidades em áreas que tivesse alguma vantagem. E o cartunismo foi uma delas.

  • Restaurante 1: Após se encontrar com uma experiente gerente de restaurante, Adams firmou uma parceria, decidindo, então, abrir um novo restaurante.

Apesar das filas estarem longas na inauguração, os serviços e a comida ficaram abaixo do esperado.

Como o lugar possuía poucos restaurantes em relação ao número de pessoas, todos os estabelecimentos ficavam cheios, não importando o preço ou qualidade dos produtos e serviços.

No entanto, Adams não esperava que aumentando a qualidade dos alimentos e do serviço, se destacando na região, tudo tenderia para o lado errado.

Segundo ele:

"Os custos operacionais cresceram de forma constante, e novos restaurantes começaram a abrir e a mordiscar nossa base de clientes. Enquanto o primeiro restaurante ainda rendia, decidimos que o nosso maior problema era não dispor de lugares suficientes para as noites mais movimentadas, então..."

  • Restaurante 2: E foi aí que surgiu o segundo restaurante, com o dobro do espaço, um cardápio totalmente diferente e, inclusive, um aluguel três vezes mais caro.

No entanto, as pessoas não escolhem um restaurante só por ser grande. O espaço ao ar livre acabou sendo um túnel de vento barulhento. E ainda mais, os clientes acharam os preços muito altos e a decoração muito sofisticada.

Para agravar mais a situação, um shopping apenas com restaurantes foi inaugurado próximo ao local. Em seguida, alguns problemas jurídicos surgiram.

"Tivemos uma ação judicial ou uma ameaça de processo após a outra, na maior parte das vezes por razões ridículas. Nenhuma das ameaças legais ou das ações foi proveniente de clientes. Era o tipo de coisa de que nunca se tinha ouvido falar"

Adams acabou vendendo todos os ativos e abandonou o negócio.

O autor possui ainda muitos outros fracassos, aliás, é esse o ponto. O sucesso é totalmente acessível, mesmo que você seja uma pessoa que comete erros em 95% das tentativas.

Maximize sua energia pessoal

Nós, como pessoas, desejamos muitas coisas: saúde, dinheiro, diversão, viagens, carreira, amor e muito mais. Mas existe um obstáculo importantíssimo: o tempo.

Isso porque o tempo que você gasta perseguindo cada uma dessas coisas impacta no tempo que você não terá perseguindo todas as outras. Então, como gerenciar o tempo limitado para conseguir o melhor resultado?

A maneira como Adams aborda a questão é a seguinte:

"Concentro-me em apenas uma métrica principal, a energia. Faço as escolhas que maximizam a minha energia pessoal, porque assim fica mais fácil gerenciar todas as outras prioridades".

E isso significa comer bem, fazer exercícios, livrar-se de estresse desnecessário, dormir bem, entre outros. Quando alcançamos a nossa energia pessoal apropriada, trabalhamos com maior qualidade e concluímos as tarefas mais depressa.

Entretanto, estamos falando aqui de uma energia focada e controlada. Não significa que você deve ser movido a cafeína, nem assumir um estilo de vida frenético.

Apenas que, na visão de outras pessoas, você irá parecer uma pessoa bem-humorada. Bem, na verdade, estará mesmo. Lembre-se de energia como algo que aumenta o ânimo, seja ele físico ou mental.

Você não está condenado à mediocridade

Um dia, uma criança de três anos brincava próximo a vários adolescentes. A criança repetia intensamente a ação de bater em uma bola de tênis. Ela fazia a bola pular, olhando-a fixamente e depois balançava a raquete.

Enquanto repetia a atividade, apesar de ser sociável, a criança ignorava todos a sua volta e concentrava sua atenção apenas na bola.

Foi aí que Adams decidiu

"dar-lhe uma aula improvisada sobre a maneira correta de usar uma raquete. Eu lhe pedi a raquete, dizendo que queria mostrar-lhe como usá-la. Demonstrei como segurar a raquete e como balançá-la. Ele tentou fazer e, com alguma orientação, repetiu mais ou menos o meu balanço".

O surpreendente naquela criança de três anos era a sua capacidade para o treino. A maioria dos adultos talvez nunca chegue a esse nível. É inegável a importância da prática. Mas, o que é realmente difícil é descobrir o que praticar.

O ponto é que algumas pessoas nascem com certas habilidades naturais, enquanto outras nascem com habilidades completamente diferentes, mas igualmente naturais.

Aliás, independentemente de qual seja a sua área, sua habilidade natural provavelmente não mudará. Claro, novas habilidades sempre podem ser aprendidas.

Será que a crença na pura sorte trabalha contra você?

Uma questão que poucos gostam de falar quando o assunto se trata de sucesso. A sorte. Adams diz que sua "visão de mundo é que todo sucesso envolve sorte se buscarmos a sua origem".

Steve Jobs, quando conheceu Steve Wozniak, precisava possuir o DNA que possui. Ou ainda, Warren Buffett fez uma observação em relação as suas habilidades. Se ele tivesse nascido em outra época, seus talentos naturais não teriam combinado com as oportunidades que apareceram em seu caminho.

Segundo Adams,

"todos os elementos da personalidade, desde a perseverança até a tolerância ao risco, ambição e inteligência, são produtos de puro acaso. Toda decisão que você toma é simplesmente um produto da matemática dessas variáveis".

Entretanto, se você crê que o sucesso é fruto da sorte, é provável que não se esforce o suficiente para alcançá-lo. Não interessam as circunstâncias ou mesmo os genes, você ainda precisa se dedicar rigorosamente para chegar ao sucesso.

Agora, resta apenas uma pergunta: Um dia, você fará as pessoas dizerem que teve sorte?

O que outros autores dizem a respeito?

James Clear, em "Atomic Habits", explica como as pequenas mudanças podem gerar grandes resultados. Segundo ele, os hábitos são os juros compostos da melhoria pessoal. Melhorar 1% a cada dia gera uma mudança gigante no fim da jornada. Todos nós já passamos por algum momento difícil, não é mesmo? Não importa se na vida pessoal ou profissional todos nós enfrentamos desafios que já nos fizeram pensar em desistir.

Contudo, Ben Horowitz, na obra "O Lado Difícil das Situações Difíceis", diz que a grande diferença entre aqueles que alcançam seus objetivos, que obtêm sucesso e os que fracassam, está em não desistir. Inevitavelmente, obstáculos irão aparecer no seu caminho, até porque, não são só fatores internos que interferem nos negócios, mas também fatores externos, como a economia no país e no mundo.

Em "Desperte seu Gigante Interior", Tony Robbins explica como decisões e crenças são importantes para conseguir alcançar mudanças positivas e se tornar a pessoa que você deseja ser.

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

Segundo Adams, é necessário pensar em si mesmo como um robô. Se você controlar os dados de entrada, conseguirá determinar os resultados, mais ou menos com um pouco de sorte.

Coma direito, exercite-se, pense positivamente, aprenda tanto quanto possível e coisas boas poderão acontecer "."

Sempre busque por padrões em cada ponto de sua vida, desde atividades físicas até os alimentos que consome. Em outras palavras, use a si mesmo como um laboratório para testar o que funciona ou não em você.

Por fim, tenha em mente que metas são para perdedores, e métodos para os bem-sucedidos. Aquelas pessoas que parecem sortudas, normalmente, são aquelas que possuem métodos. Isso torna possível à sorte encontrá-las.

Gostou desse resumo do livro "Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido"?

O que você achou dos ensinamentos de Scott Adams? Deixe o seu feedback, sua opinião é muito importante para nós!

E se você quiser se aprofundar ainda mais no assunto, adquira agora o livro clicando na imagem abaixo:

Livro Como Fracassar em Quase Tudo e Ainda Ser Bem-Sucedido

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!