Livro Este Barco Também é Seu - D. Michael Abrashoff

Este Barco Também é Seu - D. Michael Abrashoff

Descubra aqui como acordar o líder que há dentro de você, assumindo o comando de sua equipe e motivando-a a aumentar sua produtividade!

Só há duas opções: ou você é um líder, ou você pode se tornar um líder, e este livro pode te ajudar nas duas situações.

Michael Abrashoff não apenas despertou o líder que havia dentro de si, como assumiu o comando de uma tripulação com um histórico difícil, conseguindo motivar a sua equipe e fazê-la aumentar a sua produtividade. Além disso, registrou sua jornada e seus aprendizados no livro “Este Barco Também é Seu”.

O autor nos ensina a ver a liderança com outros olhos, a partir de situações da Marinha americana que podem nos fornecer "insights" para melhorar a gestão em qualquer área do cotidiano empresarial.

Ficou interessado? Então, continue lendo este resumo do livro com a gente!

O livro “Este Barco Também é Seu”

O livro “Este Barco Também é Seu”, do autor D. Michael Abrashoff, foi lançado em 2002 e tem doze capítulos ao longo de suas 200 páginas. É possível navegar facilmente pela leitura, que é simples, prática e objetiva.

Nele, o autor compartilha suas incríveis experiências no comando do navio de guerra USS Benfold; com impensáveis analogias com o mundo corporativo, esse é realmente um livro incrivelmente inspirador.

Quem é Michael Abrashoff?

Michael Abrashoff é um ex-capitão da Marinha dos EUA e escritor norte-americano.

As suas práticas no comando do navio de guerra USS Benfold foram tão eficazes que passaram a se estender a outros navios, além de servir de inspiração para o livro “Este Barco Também é Seu”.

Além deste, Michael publicou outros trabalhos, como "Este Barco é de Todos" e "Este Barco é Nosso". No YouTube, há uma série de vídeos de suas palestras e apresentações marcantes que contam com milhares de visualizações.

Quem deve ler “Este Barco Também é Seu”?

O livro “Este Barco Também é Seu” é um que todo líder deveria ler. Também é uma leitura altamente recomendada se você procura um ótimo conteúdo de Gestão de Equipe e Motivação.

Principais ensinamentos de “Este Barco Também é Seu”

Para começar nosso resumo, que tal conhecer o roteiro de nossa viagem a bordo dos ensinamentos de Abrashoff? Aqui estão eles:

  • A verdadeira liderança parte da compreensão de si mesmo;
  • Para assumir o comando de fato, o líder deve estabelecer um novo modelo de liderança;
  • O líder não deve fazer nada para se autopromover, mas para promover as pessoas e, assim, a organização como um todo;
  • O lucro não deve ser o real objetivo de uma organização, mas uma consequência. Primeiro o líder deve focar nas pessoas e no bem geral;
  • Para ser coerente, o líder deve alinhar a sua ação com o seu discurso;
  • Para motivar uma equipe e alcançar os objetivos, é necessário que cada membro de seu time se sinta valorizado e entusiasmado a crescer;
  • A verdadeira liderança deve ser conquistada pelo exemplo.

Faça o Download do Resumo do Livro "Este Barco Também é Seu" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Este Barco Também é Seu - D. Michael Abrashoff, PDF

Por que esse barco também é seu?

Michael começa o livro apresentando importantes conceitos sobre liderança. De acordo com ele:

“O que todos os líderes têm em comum é o desafio de obter o máximo da sua equipe.”

Assim, o sucesso depende de três variáveis: as necessidades dos líderes, o clima na organização e a competência potencial da equipe.

Diante disso, o escritor se propõe a explicar como a Marinha e outras organizações em geral equilibram de forma errada essas variáveis; e isso leva ao prejuízo.

Mas você pode estar se perguntando: “será que pode dar certo pra mim?”.

Fique tranquilo: na visão de D. Michael Abrashoff, líderes excepcionais sempre foram raros, e mesmo que não tenham nascido líderes, podem ser formados.

Para facilitar a sua vida, separamos os principais conceitos sobre liderança levantados pelo autor. Vamos a eles:

  • A verdadeira liderança parte da compreensão de si mesmo: esse aprendizado é a base para criar a melhor organização;
  • Ajude os seus liderados a desenvolverem os seus talentos ao máximo;
  • Cuidado: os maiores obstáculos ao potencial das pessoas partem do seu próprio líder;
  • Os principais obstáculos do líder são: os seus próprios medos, as necessidades do ego e os hábitos improdutivos;
  • Como líder, você deve examinar os seus pensamentos e sentimentos para entender a si mesmo: esse é o estopim para a verdadeira transformação;
  • O objetivo da sua empresa pode ser o lucro, mas você não vai ganhar nada mandando as pessoas agirem do modo como você quer;
  • Não busque benefícios a curto prazo;
  • Ajude as pessoas a realizarem o seu potencial pleno: isso pode levar a metas (antes impossíveis) no método de “comando e controle”;
  • Aja da maneira menos temerária possível;
  • Nenhuma das suas ações deve levar a empresa à falência (é lógico!) nem prejudicar a carreira das outras pessoas;
  • Assuma riscos com prudência (riscos calculados);
  • Não faça nada para se autopromover, mas apenas para promover as pessoas, o bem geral, e assim a organização como um todo. 

Como assumir o comando?

O ainda autor nos mostra como encarou o desafio de assumir o comando do navio. Assim existem algumas ações que você pode fazer para assumir o comando do seu próprio navio:

  • Ao assumir uma “tripulação”, você pode encontrar resistência por representar uma autoridade antiquada e talvez obsoleta;
  • Como líder, você deve ser respeitado, digno de confiança e eficaz;
  • Estabeleça um novo modelo de liderança, adaptado a uma nova era;
  • Os seus liderados devem se sentir à vontade para dizerem o que pensam de você;
  • O seu principal desafio como líder será atrair e manter “os melhores”; pra isso, você tem que motivá-los para atuarem com paixão, energia e entusiasmo;
  • Valorize ideias, habilidades e iniciativas;
  • Ajude os seus liderados menos talentosos a transcender limitações;
  • Atenção às quatro dicas para manter a sua equipe: trate a todos com respeito e dignidade; dê a todos a oportunidade de exercer influência importante na organização; seja atencioso com todos; recompense a todos com mais responsabilidade;
  • Para ser um “comandante” bem-sucedido, veja o seu “navio” pelos olhos da sua “tripulação”;
  • Pergunte à cada um da sua equipe se há uma maneira melhor de fazer o que já vem sendo feito;
  • Encoraje as pessoas a encontrarem maneiras melhores de realizar as suas tarefas, tendo prazer em fazê-las.

Tudo bem, digamos que você entendeu esses conceitos e pretende colocar em prática para assumir o comando do seu “navio”. Mas como você vai saber se está no caminho certo?

Atente-se para o momento em que sua equipe reconhecer que você realmente se importa mais com “o navio” como um todo do que com o seu próprio lucro. Esse é o sinal de que você assumiu o comando!

Como liderar pelo exemplo?

Na visão de Michael,

“Um líder jamais consegue o que quer ordenando simplesmente que aquilo seja feito.”

Desse modo, a verdadeira liderança deve ser conquistada pelo exemplo, não por preceitos.

O autor é categórico ao afirmar que, se você é um líder, a sua equipe segue o seu exemplo. É isso mesmo, você está sendo observado!

Os seus liderados o observam o tempo todo em busca de sinais, já que você exerce uma enorme influência sobre eles.

Por isso mesmo, é preciso alinhar a sua ação com o seu discurso. Se os seus “marinheiros” perceberem que você, o capitão, não implementa uma política ou discorda dela, ou “diz uma coisa e faz outra”, podem pensar que têm carta branca para fazer o mesmo.

Isso se aplica a tudo. Da mesma forma, o autor considera que, se os seus liderados te vêem questionar práticas de trabalho obsoletas, vão seguir no mesmo passo.

Para te ajudar a entender a importância de “liderar pelo exemplo”, o autor sugere:

  • Pergunte à sua equipe: “por que precisamos fazer isso dessa maneira? Não existe um jeito melhor?” — este é o caminho da melhoria contínua;
  • Os sinais que você passa são importantes;
  • Você instrui a sua “tripulação” pelo seu modo de agir, a cada decisão que toma e em cada ação que pratica;
  • Se houver um problema, você será tão parte dele quanto o seu pessoal;
  • Mantenha-se informado: você nunca sabe tudo que deveria saber;
  • Como líder, o seu otimismo e pessimismo são igualmente contagiosos;
  • Não seja um líder medíocre: conheça o seu pessoal;
  • Compreenda a sua influência e use-a de maneira sensata;
  • Faça com que cada membro da sua equipe se sinta valorizado e com vontade de crescer;
  • Seja um líder entusiasmado e sua força de trabalho será entusiasmada;
  • Evite “atalhos éticos”. Pergunte-se: se eu estivesse prestes a sair na primeira página do jornal mais influente do país, ficaria orgulhoso ou envergonhado?;
  • Quando estiver em dúvida, siga os seus instintos;
  • Se os seus liderados perceberem que você age quando bem entende, vão se sentir à vontade para não apoiar você quando discordarem da sua política;

Outro ponto interessante é que, ainda que você seja líder, pode receber ordens de outras pessoas.

Nesses casos, não há nada de errado em tentar encontrar uma maneira melhor de cumprir essas ordens. Se você tiver superiores, saiba que, assim como você, eles vão gostar da sua honestidade.

Outros livros sobre liderança de times e equipes

No recomendado “Todos são Importantes, os autores Bob Chapman e Raj Sisodia exploram como os verdadeiros líderes devem, continuamente, estudar para se desenvolver e desenvolver aqueles ao seu redor, para que se tornem também excelentes líderes que acreditam e valorizam as pessoas.

Ed Catmull, autor do livro “Criatividade S.A., aconselha: sempre dê maior preferência às pessoas do que às ideias, pois pessoas criativas criam boas ideias, mas boas ideias podem ser destruídas por equipes ruins.

Para John C. Maxwell, autor do “Livro de Ouro da Liderança, os melhores líderes são os que que sabem ouvir. Ouvintes são atentos, e aprendem melhor que os outros por absorverem de vários lugares. Além disso, têm a capacidade de enxergar melhor os pontos fortes e fracos das outras pessoas.

Como posso desenvolver uma liderança eficaz com minha equipe?

Já sabe como colocar tudo isso em prática aí no seu próprio navio? Então, vamos para os pontos mais importantes:

  • Se você for assumir uma “equipe difícil”, lembre-se que o problema não é com você: assuma o comando e estabeleça uma nova fase;
  • “Ponha ordem no seu barco”: organize o seu ambiente de trabalho da melhor forma possível;
  • Faça uma avaliação pessoal: ponha no papel os seus pontos fracos e fortes;
  • Conheça a sua equipe: converse individualmente com cada membro do seu time;
  • Quais são as habilidades das pessoas do seu time? E os pontos fracos? Ajude cada um a aprender o que precisa e a dar o melhor de si no “que já manda bem”;
  • Converse com a sua equipe, peça feedback e opinião sobre tudo;
  • Lidere pelo exemplo: lembre-se de manter a postura, afinal o seu time está te observando e se espelha em você: o capitão do barco!

Avalie esse resumo do livro “Este Barco Também é Seu”

Você curtiu essa viagem? Então conte para a gente o que você achou deste resumo. O seu feedback é fundamental para o nosso processo de melhoria contínua!

Para embarcar em uma experiência ainda mais incrível de leitura, aproveite para adquirir o livro agora mesmo, basta clicar na imagem abaixo:

Livro Este Barco Também é Seu Michael Abrashoff

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!