Nietzsche para Estressados - Allan Percy

Nietzsche para Estressados - Allan Percy

Aprenda neste resumo, como eliminar o estresse, melhorar a autoestima, encontrar a felicidade, e deixar a vida mais tranquila.

Você tem dificuldade para lidar com o estresse? Parece que o mundo não lhe dá sossego? Fique calmo, você não está sozinho! O livro, "Nietzsche para Estressados", explica que, assim como você, muitos outros se perguntam como viver a vida de maneira mais plena e prazerosa.

Neste resumo, falaremos sobre os principais ensinamentos de Nietzsche para que você possa viver uma vida livre de estresse. Você aprenderá a criar uma autoestima sólida, cultivar bons relacionamentos, desvendar todo seu potencial, viver tranquilo e se divertir.

Quer saber mais? Então continue a leitura.

O livro "Nietzsche para Estressados"

"Nietzsche para Estressados" foi escrito por Allan Percy e publicado em 2009. O material apresenta 99 doses de Friedrich Nietzsche, nas quais o autor discorre para mostrar ao leitor os ensinamentos do filósofo, de uma maneira fácil e prática.

Quem é Allan Percy?

Allan Percy é o pseudônimo do escritor espanhol Francesc Miralles. Ele é autor de mais de 14 livros de autoajuda, sendo alguns deles publicados no Brasil, como "Kafka Para Sobrecarregados", "Oscar Wilde Para Inquietos" e "Einstein Para Distraídos". Além de escritor, Percy é tradutor, músico, editor e coach.

Por que ler "Nietzsche para Estressados"?

"Nietzsche para Estressados" é indicado para as pessoas que sofrem de estresse, assim como para aquelas que querem viver uma vida mais tranquila, melhorar a autoestima, ter bons relacionamentos e, também para as que querem conhecer um pouco mais sobre o pensamento de Nietzsche.

Quais são os pontos principais do livro "Nietzsche para Estressados"?

  • Existem várias fontes de estresse, porém, podem ser eliminadas com um trabalho interno de autoconhecimento e compreensão dos pensamentos e das emoções;
  • O autoconhecimento dá as ferramentas necessárias para que você se desenvolva, cresça e melhore a sua qualidade de vida;
  • A qualidade de vida aumenta quando se tem bons relacionamentos. Estes são fáceis de cultivar, depois que se entende as necessidades e os sentimentos dos outros, e de si mesmo;
  • A filosofia é capaz de tratar algumas aflições psicológicas e emocionais sem medicamentos, como a depressão, o estresse e a ansiedade.

Faça o Download do Resumo do Livro "Nietzsche para Estressados" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Nietzsche para Estressados – Allan Percy, PDF

Por que eu fico estressado?

Na obra, "Nietzsche para Estressados", Allan lhe guiará pela filosofia de Nietzsche e seus ensinamentos, para que você lide melhor com o estresse.

Nesta seção, estão reunidas as principais fontes de irritação expostas pelo autor:

Não tenho um objetivo

Na visão de Percy, quando se perde de vista o seu objetivo, você se estressa. Se você tem um grande propósito de vida, capaz de mantê-lo motivado, conseguirá superar qualquer obstáculo, inclusive o nervosismo.

Procuro pela felicidade, sempre

Uma das fontes de estresse, segundo Nietzsche, é a falsa ideia de que se deve procurar ser feliz sempre, esquecendo-se, assim, da natureza efêmera da felicidade.

Ao invés de ficar frustrado porque fracassou em se manter feliz, você deve utilizar os lampejos de felicidades para impulsioná-lo, logo evitará estresse desnecessário.

Não tenho contato com a natureza

De acordo com o livro, "Nietzsche para Estressados", perder o contato com a natureza é uma fonte de estresse. Quem vive na cidade deve interpretar um papel para se encaixar na sociedade, mas na natureza pode ser quem realmente é.

Por isso, Percy recomenda o contato regular com a natureza.

Reclamo o tempo todo

Outra fonte de estresse, conforme o filósofo Nietzsche, é a reclamação, marca registrada da sociedade atual. As pessoas se reúnem para falar mal da economia, dos impostos, do sistema de saúde, da política, da falta da justiça, do tempo, do trabalho e de tantos outros assuntos.

Na visão de Allan Percy, muitas vezes, elas reclamam apenas porque gostam de se queixar, sem fazer nada para mudar a situação. Isso gera estresse e angústia.

O estresse vem de dentro de mim

Para Nietzsche, o estresse não nasce de situações externas, mas da própria interpretação que o indivíduo faz do que lhe acontece. Não é que o mundo seja estressante, e sim a leitura que você faz dele que pode lhe estressar ou não.

O autor sugere você parar de se preocupar com coisas que independem de você, e se divertir mais.

Eu não falo o que sinto

Outra fonte de estresse, explica Percy, é o silêncio. Apesar de ser uma ferramenta poderosa para o autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, também pode ser a principal arma de uma guerra psicológica entre duas pessoas.

Por esse motivo, Nietzsche recomendava falar o que você sente, mesmo que não ache as palavras adequadas, pois isso é melhor do que o silêncio.

Eu não falo a verdade

Segundo Friedrich Nietzsche, mentir para si mesmo lhe ocasionará estresse. Isso impede que você enxergue seus próprios erros, fazendo com que o mundo lhe pareça mais hostil e estressante do que realmente é.

Estou sempre com pressa

A pressa é outra fonte de desassossego. Ande devagar na vida, aprecie cada detalhe e aproveite a jornada, essas são recomendações do autor Allan Percy.

Tento fugir do presente

Percy explica que o estresse é ocasionado por pensar no passado ou no futuro, afetando o seu presente. Por isso, concentre-se no aqui e no agora, pois esse é o único lugar onde você tem poder de ação.

Eu trabalho demais

O trabalho em demasia é uma fonte de estresse, de acordo com o livro, "Nietzsche para Estressados". Não dispor de, pelo menos, dois terços do dia para si, não é saudável. Trabalhar mais horas por dia não aumenta a sua produtividade, e sim o desgaste.

Necessidades fúteis

Segundo Allan Percy, criar necessidades consideradas inúteis é estressante, como o fato de trocar de carro a cada cinco anos, ter uma casa na praia ou colocar aos filhos em atividades extracurriculares caras.

Você não deve ter a percepção de que só poderá ser feliz se conseguir alcançar esses feitos.

Estou envolvido em maus relacionamentos

Por último, maus relacionamentos geram estresse. "Nietzsche para Estressados" explica que, muitas vezes, você irá querer forçar uma amizade ou se impor num debate.

Ele recomenda deixar fluir: se alguém não gosta de você, aceite, e se a pessoa pensa diferente e está decidida sobre isso, não tente mudar a opinião dela.

Discussões acaloradas são fonte de estresse, portanto, evite-as. Allan Percy recomenda manter a calma em um debate, ouvir a outra parte sem interromper e procurar ser amável, ao invés de mostrar que está com a razão.

Como ser mais feliz?

Continue a leitura do nosso resumo, e aprenda conosco algumas dicas de Nietzsche sobre como viver alegre e em harmonia com o mundo ao seu redor!

Tenho um sonho

Allan Percy relembra que as pessoas mais felizes são aquelas que têm um objetivo de vida. Por isso, ele aconselha pôr a sua vida em perspectiva, avaliar o que você fez até agora e onde quer chegar. Assim, os erros cometidos perdem importância, a motivação aumenta e o estresse some.

Outro conselho do autor é que esses objetivos devem ser verdadeiros sonhos. Para Nietzsche, os sonhos são os bens mais valiosos na vida de qualquer pessoa. Se você acreditar neles e traçar o objetivo de alcançá-los, conseguirá grandes conquistas.

Trabalhe a sua autoestima

Percy sugere uma sequência de passos para você desenvolver a autoestima.

Primeiro, você deve viver para si mesmo, e não para os outros. Isso é facilitado se você não se comparar com os demais. Entenda que o ser humano é imperfeito, por isso, não procure a perfeição e perdoe os próprios erros.

Além disso, analise menos e aja mais, pois a evolução está no movimento.

Na visão do autor, aparentar uma imagem é sinal de baixa autoestima, por isso, ele expõe algumas atividades práticas para você aumentá-la: deixar que os seus atos falem por você; reconhecer os pontos fortes; livrar-se de elementos de auto sabotagem; aproveitar as oportunidades; e fazer exercícios físicos.

Por fim, ele aconselha não basear a sua autoestima no que os outros pensam.

Cultive bons relacionamentos

De acordo com o livro, "Nietzsche para Estressados", ter amigos por perto é algo que melhora a qualidade de vida, pois são aqueles que se compadecem das nossas provações e se alegram com nossos êxitos, sendo isso algo raro e valioso.

Além disso, um bom amigo também é aquele que diz o que você deve ouvir, mesmo que seja algo duro, lhe permitindo crescer e amadurecer.

Na visão do autor, os bons relacionamentos não são estressantes. Se você conseguir amar sem esperar nada em troca, poderá construir um relacionamento saudável, sem perder a sua liberdade e, assim, estará livre de estresse.

Analise seus problemas

Allan Percy compartilha uma receita fácil para viver sem estresse. Esta consiste em catalogar os problemas. Todos têm problemas, isso faz parte da vida. Porém, é importante saber separá-los por grau de importância.

Uma vez feito isto, perceberá que a maioria deles não têm um impacto duradouro e, por consequência, deixam de ser problemas.

Aprenda a lidar com sucessos e fracassos

Percy alerta sobre os perigos do sucesso. O êxito massageia o ego, podendo gerar problemas como abuso de entorpecentes, maus relacionamentos e correr riscos desnecessários.

Por outro lado, o fracasso traz vários benefícios muitas vezes negligenciados, como: a humildade; a criatividade para buscar alternativas; a prudência de refletir antes de agir; o convite para se reinventar; a resiliência; e a visão de novas oportunidades.

Os seus problemas lhe ensinam a transformação, portanto, utilize-os como caminho de desenvolvimento.

Embarque em uma jornada de autoconhecimento

O autoconhecimento é uma tarefa árdua, porém necessário para adquirir uma vida plena.

Ter um espaço silencioso onde você possa ouvir seus pensamentos, sem julgá-los, fará com que você se conheça e entenda suas necessidades, medos, desejos e frustrações, permitindo que você lide com os seus desafios de maneira eficaz.

A obra, "Nietzsche para Estressados", explica que a paz e o tormento moram no coração, e eles se manifestam de acordo com o enfoque que se dá a eles. Conhecer as lentes pelas quais você enxerga – lentes com filtros de julgamentos e preconceitos – lhe evitará sofrimento.

Allan Percy recomenda meditar para diminuir o efeito dessas lentes em nós.

Outro benefício do autoconhecimento é que lhe permitirá ampliar seu potencial, conectando você com algo superior.

Para Nietzsche, o ser humano é uma ponte, e não um destino final, ou seja, há algo em cada um de nós que vai além do terrenal. Na visão do autor, essa perspectiva amplia as capacidades de cada um, e permite vencer as próprias limitações.

Tenha espaços de silêncio

Percy explica que o ser humano precisa de silêncio e retiro. São nesses momentos de introspecção que a criatividade aflora, e você toma as rédeas da sua vida, fazendo as escolhas certas.

O período de isolamento também traz outros benefícios, como: diminuição da pressão arterial, batimentos cardíacos e o ritmo da respiração; neutralização do estresse; fortalecimento do sistema imunológico; estimulação da atividade cerebral e melhora das tensões musculares.

Viva o aqui e o agora

Você deve viver o presente, ou pelo menos, um futuro ou passado não distantes, para não ser prisioneiro das próprias fantasias, caso contrário, a carga será grande, e com ela virão a melancolia e o rancor.

Tenha cuidado com o que pensa

O autor, Allan Percy, ensina que o Universo é um espelho refletindo o que você pensa. Se você é negativo, terá dificuldades, mas se é otimista, as coisas fluirão com facilidade. Por isso, cultive gratidão e entusiasmo, para receber o que deseja.

Além disso, existem dois estados de espírito que você deve cultivar: ser bem-humorado e perdoar. Eles trazem uma série de benefícios para a sua saúde e reduzem o estresse.

Divirta-se

O livro, "Nietzsche para Estressados", explica que a vida não deve ser tediosa, e para isso, você deve eliminar todas as atividades que não lhe trazem nada além de tédio e mau humor, como: afastar-se de pessoas negativas, trabalhar em algo motivador, mudar a rotina, conhecer novos lugares, e fazer alguma loucura de vez em quando.

Qual a relação entre terapia e psicologia?

Baseado no livro "Mais Platão, menos Prozac", de Lou Marinoff, o autor explica que a maioria das aflições psicológicas podem ser tratadas com a filosofia e a ajuda de um filósofo terapeuta.

De acordo com o Allan Percy, esse profissional é capaz de orientar o paciente, através do pensamento filosófico mais adequado, para que ele resolva o seu problema sozinho.

É verdade que algumas pessoas precisam de medicamentos, mas são poucas, defende o autor. A maioria não está doente, só está passando por uma dificuldade, mas querem rotular o que sentem, e assim, são diagnosticadas com doenças que não existem.

Os filósofos terapeutas são contrários a essa tendência. Eles se concentram no presente e no futuro, deixando de lado traumas do passado, e compreendem que qualquer pessoa pode se angustiar ao tentar entender o mundo, mas não é doente por causa disso.

Percy acredita que exista uma filosofia para cada um dos seus problemas: relacionamentos amorosos, trabalho, dentre outras questões.

Outros livros sobre como se estressar menos no mundo atual

No livro, "As Coisas Que Você Só Vê Quando Desacelera", o autor, Haemin Sumin, desenvolve um guia para a atenção plena e encontro com a nossa sabedoria interna. As mensagens simples expostas na obra vão diretamente ao encontro das ansiedades que se tornaram parte da vida moderna.

O autor, Dale Carnegie, ensina no seu livro, "Como Evitar Preocupações e Começar a Viver", como blindar a sua mente, contornar as preocupações e se fortalecer frente aos problemas do dia a dia.

Por fim, em "Ansiedade - Como enfrentar o mal do século", Augusto Cury aborda temas importantes relacionados à saúde mental. Ele explica de forma clara e objetiva a Síndrome do pensamento acelerado (SPA) e traz a reflexão de que desacelerar nossos pensamentos e saber gerir nossa mente é fundamental para uma vida mais saudável.

Como aplicar isso na minha vida pessoal?

E aí, agora que você aprendeu os principais conceitos abordados em "Nietzsche Para Estressados", que tal recapitular algumas dicas práticas?

  • Sonhe alto e tenha objetivos! Eles serão a sua melhor arma contra qualquer desafio que a vida colocar no seu caminho;
  • Pratique atividades de autoconhecimento. Você perceberá todo seu potencial e entenderá melhor o seu tempo e ritmo. Além disso, sua autoestima melhorará e você será capaz de viver a vida que sempre quis, construindo relacionamentos saudáveis;
  • Reserve um tempo para se conectar com a natureza, em retiro e silêncio. Assim, sua mente se acalmará, seu estresse sumirá e você terá ideias criativas para solucionar seus problemas;
  • Lembre-se de que a maioria das pessoas não tem uma mente doente, só estão se questionando sobre as provações da vida. Isso é normal, e a filosofia oferece a resposta para todas essas perguntas.

Avalie esse resumo do livro "Nietzsche para Estressados"

Esperamos que você tenha gostado do nosso Pocket Book e consiga aplicar as dicas do autor Allan Percy na sua vida. Deixe sua opinião nos comentários, pois o seu feedback é importante para que possamos lhe oferecer conteúdo de qualidade, sempre.

Clique na imagem abaixo para adquirir a obra completa:

Livro Nietzsche para Estressados

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!