Inteligência Positiva - Shirzad Chamine

Inteligência Positiva - Shirzad Chamine

Se você pudesse melhorar significamente algo importante na sua vida, o que seria? Veja como usar seu potencial para alcançar essa mudança. 

Você conhece o mito de Sísifo? Na Grécia Antiga, existia um rei condenado pelos deuses a, eternamente, rolar uma grande pedra de mármore morro acima, mas sem nunca conseguir alcançar o topo.

É desse mito que surgiu a expressão “Trabalho de Sísifo”, que significa um trabalho repetitivo e cansativo, mas que nunca gera resultados.

Assim como os esforços de Sísifo não são recompensados e rolam ladeira abaixo, literalmente, muitas vezes os nossos esforços também não são.

Pensando nisso, Shirzad Chamine escreveu o livro “Inteligência Positiva” como um guia na jornada para alcançar nosso verdadeiro potencial.

Mas, antes de começarmos, é preciso se fazer a seguinte pergunta: “Se você pudesse melhorar significamente algo importante na sua vida, o que seria?”.

Pensou na resposta? Então, vamos logo começar nossa jornada!

Sobre o livro “Inteligência Positiva”

O livro “Inteligência Positiva: Por que só 20% das equipes e dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial e como você pode alcançar o seu” foi publicado em 2013 pelo autor Shirzad Chamine.

Com título original “Positive Intelligence: Why Only 20% of Teams and Individuals Achieve Their True Potential AND HOW YOU CAN ACHIEVE YOURS”, foi lançado em 2 de abril de 2012 e eleito best-seller do The New York Times.

A obra consiste de 224 páginas, que divide-se em 13 capítulos, nos quais abordam o tema da Inteligência Positiva, isto é, a inteligência que mede a força da sua mente.

Quem é Shirzad Chamine?

Atualmente, Shirzad Chamine preside o CTI, maior organização de treinamento de coaches do mundo. É um renomado conselheiro de executivos, tendo sido coach de centenas de diretores executivos e de suas equipes.

Sua experiência inclui estudos de doutorado em Neurociência após um bacharelado em Psicologia, um mestrado em Engenharia Elétrica e um MBA em Stanford. Foi, também, CEO de sua própria empresa de software antes de presidir o CTI.

Atualmente, mora em São Francisco, Califórnia, EUA, onde trabalha como professor em Stanford.

Quem deve ler “Inteligência Positiva”?

A leitura do livro “Inteligência Positiva” é indispensável para quem quer aprender a utilizar seus esforços de maneira eficiente e alcançar o seu verdadeiro potencial. É uma obra indispensável para quem busca conhecer livros que tratem de crescimento pessoal, inteligência emocional e inteligência intelectual.

Mas, principalmente, é indicado para empresários, empreendedores e líderes que querem aprender a melhorar o desempenho e felicidade das suas equipes e de si próprios.

Quais são os principais ensinamentos do livro “Inteligência Positiva”?

  • Nossa própria mente nos sabota;
  • É possível aprender como reprogramar o subconsciente;
  • Existem dez tipos de sabotadores mentais, o primeiro passo é conhecê-los;
  • Existe uma parte do nosso cérebro, o Sábio, capaz de nos ajudar a focar nos pensamentos úteis;
  • Existem três tipos de pensamentos: úteis, neutros e prejudiciais;
  • Só 20% das pessoas e equipes alcançam seu verdadeiro potencial;
  • O potencial é determinado por muitos fatores, incluindo QI, QE, habilidades, conhecimentos, experiência e rede social, sendo possível que você teste Inteligência Positiva;
  • A Inteligência Positiva é quem determina qual a porcentagem de um potencial alcançado;
  • A Inteligência Positiva (QP) consiste em ações e resultados;
  • Pessoas com alto QP são mais felizes do que pessoas com baixo QP;
  • A felicidade não depende do sucesso.

Faça o Download do Resumo do Livro "Inteligência Positiva" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Inteligência Positiva - Shirzad Chamine, PDF

O que são Inteligência Positiva e QP? 

Segundo o autor, Shirzad Chamine, a Inteligência Positiva indica o tamanho do controle que você é capaz de exercer sobre sua própria mente, além de mensurar o quanto sua mente age em seu próprio benefício.

Já QP é a sigla de Quociente de Inteligência Positiva, que pontua sua Inteligência Positiva de 0 a 100. De maneira prática, é a porcentagem de tempo em que sua mente atua como sua amiga ao invés de sabotadora.

Mas, você deve estar se perguntando: “como eu calculo esse percentual?” ou “existe um teste de inteligência positiva?

A resposta para essa pergunta é simples, e você confere a seguir.

Como aumentar o QP? 

A maior parte das pessoas resiste a mudanças, mesmo quando se convencem que estão abertas a elas. Essa rejeição é um típico problema causado pelos Sabotadores.

O próprio autor alerta que ignorar nossos sabotadores internos é como plantar um belo e novo jardim e deixar lesmas vorazes soltas nele.

Mas, não se preocupe, Chamine criou três estratégias para aumentar a Inteligência Positiva e nos ajudar a enfrentar o medo da mudança.

1º estratégia: Enfraqueça os seus Sabotadores

O autor Shirzad Chamine diz que, apesar do nome, os Sabotadores não são ruins 100% do tempo. Sua formação começa a fazer sentido depois que você percebe que eles existem para garantir a nossa sobrevivência.

Provavelmente, em algum momento de nossas infâncias, fizemos uma promessa inconsciente de nos proteger das dores do mundo. Os Sabotadores eram os amigos que ajudavam a manter essa promessa.

Porém, é necessário entender que os Sabotadores eram a proteção da infância, mas não removê-los na idade adulta limita nossa liberdade mental e emocional, impactando na nossa vida pessoal e profissional.

O livro “Inteligência Positiva”, na sua forma integral, oferece um teste de sabotadores, para que você seja capaz de conhecê-los e dimensioná-los. Conforme destaca Shirzad, existem 10 tipos de principais sabotadores

  1. Sabotador Crítico: é o principal agente da autossabotagem. Ele leva você a, constantemente, encontrar defeitos em si mesmo, em outras pessoas, e nas suas condições e circunstâncias;
  2. Sabotador Insistente: é a necessidade de perfeição, ordem e organização levada longe demais;
  3. Sabotador Prestativo: obriga você a tentar ganhar aceitação e afeição ao ajudar, agradar, salvar ou elogiar os outros constantemente, fazendo com que tenha dificuldade em dizer não;
  4. Sabotador Hiper-realizador: deixa você dependente de desempenho e realizações constantes para ter respeito e validação próprios;
  5. Sabotador Vítima: quer que você se sinta emotivo e temperamental como forma de ganhar atenção e afeto;
  6. Sabotador Hiper-racional: coloca um foco intenso e exclusivo no processo racional de tudo, incluindo relacionamentos;
  7. Sabotador Hipervigilante: faz você sentir ansiedade intensa e contínua em relação a todos os perigos que cercam você, e em relação a tudo o que poderia dar errado;
  8. Sabotador Inquieto: está constantemente em busca de emoções maiores na próxima atividade, ou se mantendo sempre ocupado;
  9. Sabotador Controlador: funciona movido a uma necessidade ansiosa de estar no comando, controlar situações e dirigir as ações das pessoas de acordo com a vontade dele;
  10. Sabotador Esquivo: se concentra no positivo e no prazeroso de uma maneira extrema. Ele evita tarefas difíceis e desagradáveis e conflitos. 

Como descobrir os meus Sabotadores Cúmplices?

Apesar de o Sabotador Crítico ser o principal sabotador de todo mundo, existem Sabotadores Cúmplices individuais que se aliam a ele.

Para descobrir os seus, você precisa levar em conta a sua motivaçãoe o seu estilo.

Há três motivações primárias que servem de base para nossas necessidades de sobrevivência emocional:

  1. Independência;
  2. Aceitação;
  3. Segurança.

Há, também, o estilo como você manifesta uma das três motivações diferentes para satisfazer sua necessidade básica de independência, aceitação ou segurança, que podem ser o estilo de:

  1. Afirmar;
  2. Conquistar;
  3. Evitar.

os nove sabotadores cúmplices - livro Inteligência Positiva

2º estratégia: Fortaleça o seu sábio

“Quem sabe o que é bom e o que é ruim?”

Como já explicado anteriormente, o Sábio é a parte mais profunda e inteligente de você. E é ela a responsável por proporcionar a perspectiva da aceitação dos fatos da vida, diferindo completamente da perspectiva do Crítico.

Enquanto o Crítico enxerga a vida por uma perspectiva cética, o Sábio enxerga todosos resultados e circunstâncias como dádivas e oportunidades.

Mas seria, então, o Sábio a parte passiva de nossas mentes? Ao contrário, essa é a parte que aceita as chances de maneira ativa, por saber transformá-las em ações e resultados concretos.

Segundo o autor Shirzad Chamine, em seu livro “Inteligência Positiva”, o Sábio consegue alcançar essa transformação por meio dos seus cinco grandes poderes:

  1. Explorar com grande curiosidade e mente aberta;
  2. Ter empatia consigo mesmo e com outros, levando compaixão e compreensão a qualquer situação;
  3. Inovar e criar perspectivas e soluções fora dos parâmetros convencionais;
  4. Navegar e escolher um caminho que melhor se encaixe em seus valores e missão mais profundos e básicos;
  5. Ativar e ter ações decisivas sem o tormento, a interferência e as distrações dos Sabotadores.

Qual é a Técnica dos Três Presentes?

A técnica dos três presentes é a melhor maneira para treinar o Sábio.

Pense em, pelo menos, três situações em que tal suposta circunstância ruim poderia se transformar em dádiva e oportunidade.

Praticar constantemente esse exercício vai fortalecer o poder de escolha do Sábio.

É difícil controlar ou escolher muito do que acontece no trabalho e na vida. Porém, podemos determinar o impacto que esses eventos têm em nós ao escolher como reagir.

Deixe que seu Sábio faça a escolha.

3º estratégia: Fortaleça os músculos do seu cérebro QP

O autor Shirzad Chamine alega que temos dois tipos de cérebros: o QP e o Sobrevivente.

Ativar seu Cérebro QP é o que aumentará o poder do Sábio em sua mente, e reduzindo a influência dos Sabotadores.

Por isso, fortalecer os músculos do Cérebro QP é a terceira estratégia importante para aumentar o próprio QP.

O Cérebro Sobrevivente versus o Cérebro QP

O Cérebro Sobrevivente consiste nas partes mais primitivas do cérebro, e está envolvido na parte de desencadear nossa resposta ao perigo, nosso instinto de sobrevivência. O Crítico governa o Cérebro Sobrevivente.

Já o Cérebro QP faz parte do cérebro que dá ao Sábio sua perspectiva e seus cinco poderes.

Durante a infância, há mais equilíbrio entre eles do que quando crescemos. Na fase adulta, nosso Cérebro Sobrevivente é continuamente exercitado, recompensado e fortalecido, enquanto o Cérebro QP se atrofia.

O que é a Academia QP?

Levamos 21 dias, em média, para criar um hábito. Por isso, o autor Shirzad Chamine propõe em seu livro, “Inteligência Positiva”, que ao longo de 21 dias façamos 100 repetições dos exercícios para fortalecer nossos músculos QP.

Mas, quais são os exercícios?

  • Ter rotinas diárias;
  • Praticar exercícios físicos;
  • Comer;
  • Ouvir música;
  • Praticar esportes;
  • Estar com entes queridos.

Além disso, há duas estruturas fáceis que você pode usar para lhe ajudar a se lembrar:

  1. Faça uma delas todas as vezes que for ao banheiro;
  2. Faça uma delas todas as vezes que observar e rotular seus Sabotadores.

Como medir o seu progresso QP?

A mensuração é uma parte importante de criar e manter uma mudança positiva.

E, segundo o autor, é possível que a Inteligência Positiva teste se sua mente está agindo como amiga (Sábio) ou inimiga (Sabotador), isso pode ser feito, de maneira mais rápida, reparando nos sentimentos que você está experimentando.

O cálculo da porcentagem deve ser feito pelos sentimentos gerados pelo Sábio contra sentimentos gerados pelo Sabotador ao longo de um dia típico.

O valor mínimo para gerar o vórtice QP positivo é 75% e o máximo 92, pois é impossível viver sem ao menos um momento negativo, sendo que apenas 20% das pessoas pontuam acima de 75% no QP, e é por isso que apenas 20% dos indivíduos e das equipes alcançam seu verdadeiro potencial.

O que outros autores dizem a respeito?

No livro “Inteligência Emocional, Daniel Goleman esclarece que o QI é responsável por apenas 20% do sucesso na vida. Os 80% restantes são frutos da inteligência emocional.

Richard Koch, no livro O Poder 80/20, explica que nem todo trabalho produz a mesma recompensa. Isso é resultado do Princípio 80/20, que se baseia no fato de que 80% dos resultados são produzidos por apenas 20% dos esforços.

Por fim, Geraldo Rufino, em O Poder da Positividade, explora a influência da infância e dos relacionamentos sociais na maneira que nos enxergamos e enxergamos os outros, buscando sempre focar no lado positivo.

Como desenvolver Inteligência Positiva no dia a dia?

  • Tenha em mente qual mudança você quer para sua vida;
  • Os sabotadores nunca irão embora, mas conheça os seus e saiba como diminuir sua influência;
  • A prática aumenta o seu QP, você não precisa de tempo livre para exercitá-lo;
  • Seu QP reflete o quão magnífico você pode ser, portanto, fortaleça o seu Sábio;
  • Esteja aberto a viver seus sentimentos sem medos;
  • Veja todos os acontecimentos como dádivas e oportunidades.

Avalie o resumo do livro “Inteligência Positiva”

Preparado para pôr um fim na Síndrome do Impostor? Coloque em prática as dicas deste resumo e não deixe de nos escrever contando os resultados!

Vamos adorar se você, depois de ler, deixar seu feedback,para sabermos o que podemos melhorar.

E, se quiser aprender ainda mais sobre o assunto, adquira a versão completa do livro clicando na imagem abaixo:

Livro "Inteligência Positiva" - Shirzad Chamine

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!