Produtividade Para Quem Quer Tempo - Geronimo Theml

Descubra com esse resumo, como organizar sua rotina para realizar-se em todos os aspectos de sua vida.

Adicionar aos Favoritos
Adicionar Para Ler
Marcar como Lido
Escolha sua linguagem:

Você está cheio de tarefas, mas não consegue obter resultado de nenhuma delas? A verdade absoluta que nem todos sabem é abordada por Geronimo Theml em “Produtividade Para Quem Quer Tempo”: Se atolar de inúmeras tarefas não significa ser produtivo.

Nós perdemos muito tempo com atividades que não agregam valor ou ficamos empacados no dia preocupados com tarefas que ainda temos que fazer. A ansiedade e a ociosidade andam de mãos dadas na direção contrária à produtividade. Elas não fazem bem à nossa vida, nem ao nosso trabalho.

Aprenda com “Produtividade Para Quem Quer Tempo” que você também pode conquistar tudo o que as pessoas de alta performance têm: realização pessoal, profissional, financeira e equilíbrio. 

Preparado para otimizar o seu dia e alcançar a produtividade?

 

Sobre o livro “Produtividade Para Quem Quer Tempo”

 

A obra possui 160 páginas e foi publicado pela Editora Gente, em 2016.

O livro conta com dicas de atitudes que vão te auxiliar a ter uma vida com menos preocupação para realizar suas tarefas diárias.

Sabe aqueles pensamentos que te desviam do seu foco de produção? Sabe aquela sensação de nunca ter tempo para nada, pois está sempre fazendo tudo? O livro te ensina como driblar as coisas que te impedem de se realizar.

 

Sobre o autor Geronimo Theml

 

Geronimo Theml é o idealizador da Academia da Produtividade. Também é o criador do Programa Profissão Coach, projeto no qual dá a oportunidade de vários coaches se capacitarem para obter sucesso profissional.

Theml já foi advogado da União e largou sua antiga carreira para de dedicar à sua paixão: empreendedorismo. Atualmente, ele também dá palestras sobre mindset, produtividade e empreendedorismo.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

O livro é indicado para pessoas que possuem problema em focar nas horas de realizar as atividades, ou se sentem muito atarefadas e sem tempo. Com “Produtividade Para Quem Quer Tempo” você passa de ocioso/ocupado para produtivo!

Segundo o Geronimo Theml: 


“O livro é obrigatório para quem quer integrar sucesso e felicidade.”

 

Ideias principais do livro “Produtividade Para Quem Quer Tempo”

 

  • Devemos ter disposição para fazer as coisas acontecerem todos os dias;

  • Levar tarefas do trabalho para casa vai contra o equilíbrio da sua vida;

  • Devemos nos desprender de pensamentos que nos impeçam de conquistar o que desejamos;

  • Não importa o quão rápido você está indo, o que importa é para onde você está indo;

  • Zelar pelos quatro pilares da produtividade impulsionam o equilíbrio e a organização da sua rotina;

  • Saiba como priorizar suas tarefas para organizar sua agenda de produção diária.

 

Chegou a hora de tomar as rédeas da sua vida. Prepare-se! Este resumo vai te dar um pontapé para você ser o piloto do seu próprio destino.

 

Faça o Download do Resumo do Livro "Produtividade Para Quem Quer Tempo" em PDF grátis

 

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

 

[Resumo do Livro] Produtividade Para Quem Quer Tempo - Geronimo Theml, PDF

 

A fábula da virada do ano e o monstro de todos os dias 

 

Costumamos colocar todas as nossas expectativas no próximo ano que está por vir. Ficamos mais animados em realizá-las, com o sentimento de que finalmente a gente vai dar aquele pontapé na vida.

De fato, cumprimos algumas promessas, mas outras são postergadas. Assim mesmo com a chegada de um novo ano, antigas promessas persistem.

A questão é: por que não canalizamos essa energia que centralizamos no momento de uma nova era cronológica para uma era que nós mesmos podemos definir?

Nós deveríamos ter esse sentimento de “ponto da virada” todos os dias. Deveríamos estar dispostos a atingir nossas metas a qualquer instante, em vez de esperarmos os próximos 365 para tentarmos novamente.

 

A teoria do carro novo e o momento “Tá vendo que não vai dar?”

 

Muitas pessoas procuram a felicidade nas coisas materiais. Depositamos ali a nossa fé de que as engrenagens da nossa vida vão começar a girar. O autor mostra que isso não é o suficiente para saciar a falta de entusiasmo em certos aspectos de nossas vidas.

Não importa se você tem um carro novo, um celular da nova geração ou o emprego mais rentável, se você não possuir paixão pelo o que faz. 

Geronimo Theml compartilha que Robert Kiyosaki, com seu livro “Pai Rico, Pai Pobre”, mudou sua visão sobre o mundo e despertou nele a vontade de empreender.

Foi aí que Geronimo viu sentido de sua existência. Seu emprego como advogado o consumia, seus dias eram muito atarefados e ele não conseguia se organizar para ser produtivo.

Embora o cumprimento de algumas tarefas proporcionavam uma pequena realização, ele se via cada vez mais distante de sua verdadeira vontade. 

Por que ele não conseguia atingir o seu “ponto da virada”?

O autor elucida duas razões que podem explicar o fato das pessoas estarem impotentes quanto à realização pessoal:

 

  1. Deixar de fazer aquilo que é importante para priorizar tarefas menos importantes;

  2. Ter uma rotina muito atarefada, que faz o dia “não caber em 24 horas”.

 

Mas de que forma, então, podemos atingir o “nível A” de produtividade? Quer saber como? Continua por aqui com a gente! 

 

Se fosse fácil, todo mundo faria

 

Neste capítulo, o autor traz um caso pessoal de como ele chegou ao nível máximo de produtividade. Vale a pena destacar algumas lições a respeito:

 

  • Após várias tentativas e erros, é comum acharmos que uma nova tentativa vai terminar em um novo erro;

  • Nesses momentos, não devemos nos ceder à autossabotagem. Por outra via, devemos dar sentido às coisas em nossa vida;

  • Substitua o pensamento Tá vendo que não vai dar?”, por “Está tudo certo, porque, se fosse fácil, todo mundo faria.”;

  • A produtividade está ligada “entre o esforço que faz e os resultados que obtém”, e não apenas a quantidade de resultados obtidos;

 

A mentira antes das verdades

 

Geronimo introduz esse capítulo explicitando uma regra que você deve tomar como lema da sua vida pessoal e profissional:

 

“Nunca leve nada do seu trabalho para casa, nem leve seus problemas pessoais para o trabalho.”

 

Caso contrário, você chegará no trabalho com estresse devido à assuntos pessoais, ou então chegará em casa com um pilha de coisa para fazer. Dessa forma, você estará zelando pelo equilíbrio entre os diferentes aspectos de sua vida, inclusive tirando máximo proveito de todas as partes que compõem a sua rotina.

 

Os níveis de produtividade

 

Mas como saber se estou sendo produtivo ou não? “Produtividade Para Quem Quer Tempo” mostra ao leitor os diferentes níveis de produtividade:

 

O procrastinador crônico (nível D ou E)

 

São aquelas pessoas que estão sempre postergando as tarefas que são realmente importantes.

O nível E migra de tarefa em tarefa e acaba não fazendo nada; enquanto isso, o nível D é aquela pessoa que até chega fazer algumas coisas, mas que não geram nenhum resultado pessoal ou profissional.

 

O arrastador de pedra (nível C)

 

Essa pessoa é conhecida por gerar resultados, mas nunca ter tempo. 

Ela já tem aquela rotina com técnicas de produtividade aplicadas e acredita segui-las bem. Por estarem obtendo conquistas, se convencem de que não precisam melhorar.

Geronimo afirma que o que está acontecendo, na verdade, é:

 

“Ele (o nível C) tem conquistas, mas o esforço para atingi-las é tão grande, que muitas vezes não compensa.” 

 

A pessoa abdica da sua vida social e da saúde para realizar funções que poderiam ter sido executadas mais facilmente, se procurasse melhorar continuamente. O resultado disso é amargura-se em arrependimentos e esconde-se em desculpas, para justificar seus feitos malfeitos.

 

A nata da produtividade (nível B ou A)

 

São pessoas equilibradas em seus afazeres. Se sentem realizadas tanto no âmbito pessoal quanto no profissional. Além disso, são aquelas que enxergam seus resultados e não estagnam; Elas buscam conquistar ainda mais.

O que difere o nível B do nível A é a produtividade, ou seja, a relação entre o resultado e o esforço para alcançar tal feito. O autor exemplifica o nível A como aquele indivíduo que sempre ouve por aí “Nossa, como você consegue ter uma vida tão boa como essa? Como você consegue tudo o que quer?”

Os quatro pilares da produtividade já são usados pelas pessoas de nível A:

 

  1. Clareza eficaz;

  2. Método de Produtividade Inteligente;

  3. Mentalidade vencedora;

  4. Energia mental e física.

 

Não se precipite em querer adivinhar o que cada um desses pilares significa; nós explicaremos para você!

 

As oito verdades sobre produtividade

 

1. Ocupar-se não é produzir

 

Programe-se, como Geronimo Theml sugere: 


“A solução [...] é programar de três a seis alarmes por dia no celular.”


Toda vez que o alarme tocar, pergunte-se se você está sendo produtivo ou ocupado.

Caso seja a segunda opção, você se dará conta a tempo para corrigir este comportamento.

 

2. As tarefas nunca vão terminar

 

Quando conquistamos um objetivo, nós procuramos alcançar objetivos maiores. Isso faz parte da melhoria contínua.

Você pode indagar: Por que eu simplesmente não posso parar depois de conquistar algo? 

Mesmo estagnado você terá tarefas a fazer. A diferença é que não estará fazendo nada produtivo.

 

3. Se você não tem agenda, acaba virando a agenda dos outros

 

Desprenda-se da ideia de que você deve estar 100% acessível para os outros. Responder a um e-mail, atender a uma ligação no mesmo instante, te faz perder o foco no que você estava fazendo anteriormente. 

Para isso, o autor apresenta uma sequência de ações práticas:

 

  1. Desabilite as notificações do seu celular;

  2. Defina um momento em que você estará em função de responder essas pendências;

  3. Crie um canal de emergência àqueles que sabem que você não responderá imediatamente às mensagens.

 

4. Mais importante que a velocidade é a direção

 

Se nos basearmos no quanto resta para chegar à nossa meta, é muito provável que vamos nos desesperar, ou achar que estamos muito longe ainda.

Geronimo recomenda que você não se concentre no que falta e sim no quanto você já percorreu até agora:

 

“Anote num papel ou fale em voz alta consigo mesmo ou enumere para alguém todos os pontos que você já avançou em direção à sua meta.”

 

5. O maior ladrão de energia é pensar em algo no momento em que você não pode fazê-lo

 

A cobrança costuma chegar nas horas indesejadas. O autor denomina esse fenômeno de síndrome do “tenho que” para mostrar o evento que você deve evitar a partir de agora.

Pois saiba que isso não é saudável para a sua mente! A ansiedade é atiçada, a mente fica dispersa, e paramos de aproveitar o agora para dar atenção para algo inviável de ser realizado naquele instante. 

Geronimo recomenda que você passe a utilizar um depósito para guardar seus afazeres. Uma agenda, um caderno, o bloco de notas do celular - desde que seja simples e o faça começar já!

 

6. Não trate exceção como regra

 

O livro “Produtividade Para Quem Quer Tempo” retrata que há pessoas que costumam basear sua rotina em atividades imprevisíveis. A consequência disso são dias ociosos e desorganizados.

 

“A solução prática para resolver essa verdade é criar um turno de exceção”

 

Separe um momento do seu dia no qual você não lide com compromissos. A ideia é que se acontecer algum imprevisto você já terá um horário para encaixar uma exceção. Mas não marque compromissos no turno de exceção!

 

7. Felicidade não é uma linha de chegada. Ela é o próprio caminho.

 

Devemos parar de enxergar a felicidade como a meta da vida. Muitas pessoas, quando pensam em felicidade, costumam imaginar o momento quando elas tiverem a casa dos sonhos, quando tiverem o emprego dos sonhos, quando forem bem sucedidos.

Na verdade nós devemos valorizar as coisas que temos e o que somos hoje. A felicidade anda junto com quem é grato pela vida. Não viva no futuro ou no passado. Aproveite as coisas que estão presentes na sua vida, pois, como diz o autor:

“Afinal, tudo acontece no agora.”

8. Se fosse fácil, todo mundo faria

 

Deixar de fazer algo porque é difícil não é a atitude adequada. A ideia é que você pare de enxergar as coisas como obstáculos ou motivos para se deprimir. Tal percepção só nos inibe de realizar grandes feitos.

O autor compartilha sua experiência de vida com a lição de ressignificarmos as coisas, até mesmo para algo que enxergamos como bom. O objetivo é tornar os eventos cada vez mais favoráveis para o nosso jogo da vida.

Você deve aproveitar cada desafio como oportunidade de crescimento. O mundo está em constante evolução, assim como nós.

 

Os quatro pilares da produtividade

 

Apenas o conhecimento não te torna produtivo. Nos aprofundaremos agora nos quatro pilares da produtividade, citados anteriormente.

 

Clareza eficaz

 

Pense em seus objetivos como um quebra-cabeça. Para achar a peça certa você deve ter algumas coisas em mente. Como visualizar a imagem da peça do seu quebra-cabeça?

 

  • Ela deve atender aos seguintes “elementos essenciais da felicidade”:

 

  1. Realização Pessoal;

  2. Realização Profissional;

  3. Realização Financeira;

  4. Equilíbrio.

 

  • Você deve visualizar essa imagem de forma específica e concreta;

  • Você deve ter um prazo definido para este quebra-cabeça ser completado.

 

O Método de Produtividade Inteligente

 

A aplicação deste método consiste em tratar a produtividade de macro (desde a sua imagem visualizada) a micro (tarefas diárias).

 

  • Ciclo semanal: Separe 15 minutos da sua semana para equilibrar os diferentes papéis em sua vida na “folha da Produtividade A”:

 

  1. Papel de Equilíbrio: funções mais prioritárias de atenção;

  2. Papel Proativo: funções concretas que te aproximam do seu objetivo;

  3. Papéis diversos: não se encaixam nos papéis definidos acima, mas também precisam ser executados (tratamento de hábitos, por exemplo);

 

Tabela Ciclo Semanal

Legenda: Quadrantes do ciclo semanal, retirada da página 113 do livro.

 

  • Cada um desses papéis representam um quadrante da folha, apenas o item (a) que ocupa dois quadrantes por ser muito importante;

  • No cenário diário, defina o foco do dia e cinco atividades extraídas dos itens do ciclo semanal;

  • Evite distrações que possam te tirar da direção principal;

  • No final do seu dia, atribua uma nota para ele e reflita sobre o que você aprendeu durante o dia;

  • Destaque três eventos que aconteceram no seu dia que você seja grato;

  • É também no final do seu dia que você deve preencher esta folha, e nunca no começo do dia seguinte.

 

O DRD

 

Após montar sua folha da Produtividade A, está na hora de montar sua agenda de produção.

Descarregue, na agenda, todas as suas tarefas do dia, sem ordem de prioridade. 

Reúna essas tarefas em blocos de similaridade.

Distribua tais blocos definidos por turnos durante a semana.

Tabela DRD

Legenda: Matriz DRD 5x3, retirada da página 126 do livro.

 

Mentalidade vencedora

 

Durante o caminho, você passará por muitos desafios. Em muitos momentos, uma parte de você pode “pedir para sair”, mas é fundamental que você não dê ouvidos a esta voz. 

Crie uma frase de efeito contra atacante. Lembra do “Se fosse fácil, todo mundo faria”? O autor revela que adotou essa sentença em sua vida para rebater tais frases desmotivadoras.

Geronimo diz que, se não neutralizarmos os pensamentos negativos, permitiremos que eles se instalem em nossas vidas como verdade absoluta.

Em vez de pensar no problema, pense na solução. 

 

Energia

 

O desgaste físico ou emocional nos impede de conquistar nossos objetivos.

E, às vezes, bate mesmo uma canseira ao longo do dia que reduz a nossa produtividade. Mas você deve educar o seu corpo e sua mente. 

Algumas práticas que te ajudam a continuar produtivo:

 

  • Andar e sentar com uma postura correta;

  • Priorizar decisões que são realmente importantes;

  • Adotar uma rotina diária;

  • Beber água regularmente.

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

Tamara Myles, no livro Produtividade Máxima, te ensina a organizar desde o espaço em que trabalham, até como saber decidir o que é mais importante e como chegar mais próximo das suas metas de vida.

Já em Trabalho Focado: Como Ter Sucesso em um Mundo Distraído, o autor Cal Newport argumenta que no trabalho, e na vida pessoal, o foco proporciona enormes benefícios. Ele apresenta quatro regras para transformar o seu trabalho.

Por fim, no livro “Faça Tempo”, os autores Jake Knapp e John Zeratsky ensinam várias táticas para você conseguir otimizar o seu tempo.

 

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

 

  • Reflita sobre sua vida: você está onde você quer estar?;

  • Tenha clareza no momento da definição de suas tarefas;

  • Faça acontecer já! Todo dia é dia para chegar mais perto do seu sucesso;

  • Neutralize os pensamentos negativos para não criar a auto sabotagem;

  • Organize suas tarefas em ordem de prioridade pela Folha de Produtividade;

  • Releia atenciosamente as verdades sobre a produtividade;

  • Pratique uma rotina para o seu cotidiano; 

  • Organize seu dia e separe um tempo para exceções e imprevistos;

  • Cuide de si e sonhe alto.

 

Gostou desse resumo do livro “Produtividade Para Quem Quer Tempo?”

 

Fale para nós o que achou deste resumo! O seu feedback é fundamental para criarmos cada vez mais conteúdos melhores.

A obra completa do livro pode ser adquirida na Amazon clicando na imagem abaixo:

 

Livro Produtividade Para Quem Quer Tempo

 

Nota:
O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A PocketBook4You respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da PocketBook4You e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.
Adicionar aos Favoritos
Adicionar Para Ler
Marcar como Lido
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!

Aprenda um novo livro a cada dia. Se inscreva na news e confira os destaques de hoje!