Sam Walton: Made in America - Sam Walton, John Huey

Sam Walton: Made in America - Sam Walton, John Huey

Conheça e aprenda com a história do homem que revolucionou o comércio varejista norte-americano!

Alguns anos antes do fim de sua vida, Sam Walton decidiu deixar sua história e o legado da sua empresa, Walmart, registrados na autobiografia, "Sam Walton: Made in America", que foi escrita em parceria com o autor John Huey.

Aqueles que consideram o sucesso do Walmart como instantâneo, ou golpe de sorte, desconhecem os anos de trabalho árduo que transformaram sua pequena loja, no interior dos Estados Unidos, na maior cadeia de lojas de varejo do mundo.

Aqui, você encontrará lições que, mesmo após tantos anos, seguem essenciais para a carreira de qualquer empreendedor de sucesso.

Quer saber mais? Então continue a leitura deste resumo e descubra a chave do sucesso de Sam Walton!

O livro "Sam Walton: Made in America"

"Sam Walton, Made in America: My Story" é uma colaboração do fundador do Walmart com o escritor John Huey. O livro foi publicado originalmente em 1992, e traduzido para o português em 2018, pela editora "Alta Books".

Em tom intimista, e acompanhado dos comentários de sua família e associados, Walton compartilha sua história, filosofia de vida e perspectivas para o futuro do Walmart e do mundo.

Quem são Sam Walton e John Huey?

Sam Walton foi um homem humilde e ambicioso, que dedicou sua vida ao sucesso de sua cadeia de lojas de varejo, o Walmart. Em 1985, foi nomeado o "homem mais rico dos Estados Unidos" pela revista Forbes.

John Huey é um jornalista americano com experiência em Economia. Formado pela Universidade da Geórgia, atualmente trabalha com grandes publicações, como as revistas Fortune, Time, e o Wall Street Journal.

Por que ler o livro sobre o fundador do Walmart?

O livro que oferece dicas relevantes de empreendedorismo é ideal para aqueles que buscam ser bem sucedidos em sua jornada, especialmente no ramo do varejo.

O que posso aprender com o livro "Sam Walton: Made in America"?

  • O empreendedor utilizou de diversas táticas de comercialização e dedicou-se a buscar mercadorias com preços bastante acessíveis. Tendo isso em mãos, a loja floresceu;
  • Contrariando o senso comum, o Walmart tornou-se a maior cadeia de lojas varejistas do mundo;
  • Administração flexível, distribuição eficiente e preços competitivos são os principais fatores que possibilitaram o sucesso da empresa de Sam Walton.

Preparado para conhecer a história do Walmart? Então vamos lá!

Faça o Download do Resumo do Livro "Sam Walton: Made in America" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Sam Walton: Made in America - Sam Walton, John Huey, PDF

O homem mais rico dos Estados Unidos

Samuel Moore Walton foi um empreendedor nato. Em seu livro, o fundador do WalMart afirma ser, em muitos de seus valores básicos, como religião, família e política, um conservador.

Em se tratando dos negócios, porém, ele sempre esteve inclinado a rejeitar o sistema. A mudança é parte integral de sua filosofia.

A obra inicia-se falando sobre sua juventude no Missouri e suas conquistas de infância e adolescência. Walton foi um bom estudante e talentoso atleta. Nesse momento da sua vida, ele aprendeu, através do esporte, a importância do trabalho em equipe.

Segundo o autor John Huey, em 1940, Sam consegue um emprego na loja de departamentos "J. C. Penney", seu primeiro contato com o comércio varejista. Lá ele trabalhou por cerca de 18 meses.

Depois disso, mudou-se para a cidade de Claremore, onde conheceu Helen, sua esposa, com quem acabou se casando um ano depois, no dia dos namorados.

Em 1945, após um breve período no exército, Sam Walton inicia sua empreitada no ramo de vendas a varejo. Em sua última designação militar, ele estudou o máximo que pôde sobre varejo e lojas de departamento. Faltava então decidir onde se instalar.

A primeira loja

Sam Walton começou comprando, por 25 mil dólares, uma loja de miudezas da cadeia "Ben Franklin" em Newport, Arkansas. O negócio foi reinaugurado em 1º de Setembro de 1945, e em cinco anos tornou-se a franquia mais lucrativa não só no Arkansas, mas em toda a região de seis estados.

Administrando uma franquia da "Ben Franklin", Sam aprendeu que a comercialização é um princípio básico no mundo do varejo: baixando o preço de um produto, pode-se lucrar mais devido ao maior volume de vendas.

O início de sua jornada é marcado por uma prática que se tornou parte fundamental da filosofia do Walmart: a busca de mercadorias diretamente com os fabricantes. No fim do dia, após fechar a loja, ele percorria os estados vizinhos, enchendo seu carro com tudo o que podia conseguir a um bom preço.

O sucesso da "Ben Franklin" atraiu a atenção de aproveitadores. Devido a um erro jurídico em seu contrato de aluguel, Sam foi obrigado a vender sua primeira loja. Enxergando cada revés como uma oportunidade, os Walton decidiram recomeçar em uma nova cidade.

De acordo com o autor John Huey no livro "Sam Walton: Made in America", foi então que se mudaram para Bentonville, cidade que alguns anos mais tarde se tornou a sede do Walmart.

Assim que se instalou na cidade, Sam começou a buscar oportunidades de expandir seu negócio para cidades próximas.

O Walmart

Nos anos 60 o conceito de lojas de ofertas, ou de descontos, se espalhou pelos Estados Unidos. Seguindo essa tendência, Sam Walton se empenhou na criação do primeiro Walmart, inaugurado em 1962, em Springdale.

A empresa ainda era pequena, de forma que não concorria com as grandes cadeias de varejo. No começo, não dispunha de um sortimento básico de mercadorias. O sistema era precário, mas a empresa crescia devido ao baixo preço de seus produtos.

Outra forma de compensar a falta de experiência e sofisticação adotada na loja era analisar o máximo possível as estratégias da concorrência.

O autor John Huey conta que os anos passaram e o negócio se estreitou. As empresas que não atendiam as necessidades de seus clientes e que não tinham construído organizações fortes começaram a fechar as portas.

Contrariando o senso comum da época, o Walmart tornou-se a maior empresa independente de lojas de miudezas dos Estados Unidos.

Percebendo que a empresa havia se tornado grande demais, Sam contratou profissionais capacitados para desenvolver a administração e infraestrutura de seu negócio. Ele considera essa época, entre 1968 e 1976, a mais importante fase de desenvolvimento do Walmart.

Abrindo o capital

A família Walton contraiu muitas dívidas - cerca de 2 milhões de dólares - para garantir o crescimento do Walmart. Percebendo que não estava obtendo lucro o suficiente para bancar os custos de expansão das lojas, Walton e seus sócios decidiram examinar a possibilidade de abertura de capital da empresa.

No dia 1º de Outubro de 1970, a empresa tornou-se uma sociedade anônima negociada no mercado paralelo. A família Walton ficou com 61% da empresa e pôde quitar suas dívidas. A abertura do capital expandiu as perspectivas de crescimento da empresa.

Walton pôde, então, dar início à sua estratégia de expansão pelas cidades pequenas dos Estados Unidos, que não atraíam o interesse das grandes lojas de ofertas. As lojas eram distribuídas de forma que pudessem ser controladas pelos centros de distribuição da empresa.

O empreendedor não se preocupava com as flutuações das ações. Ele afirmava que o Walmart seguia priorizando a qualidade do atendimento ao cliente e custo dos produtos, sendo a valorização de suas ações uma consequência direta disso.

A organização obtinha uma taxa de crescimento constante que satisfazia os investidores.

A Cultura Walmart

Ao longo da história do varejo nos Estados Unidos, muitos negócios surgiram, mas poucos foram bem-sucedidos. Isso aconteceu porque várias dessas empresas cresceram rapidamente, sem desenvolver a organização e o apoio necessários à expansão.

Na cultura corporativa do Walmart, fruto de seu começo nas cidades pequenas, destacam-se alguns princípios básicos:

Frugalidade

O autor John Huey explica no livro que um dos fatores chave para o sucesso do Walmart é que, desde o começo da empresa, seus diretores se reúnem semanalmente para analisar, em conjunto, as finanças de suas respectivas lojas, contabilizando o que compraram e quanto gastaram.

Conforme o Walmart foi crescendo, essas reuniões tornaram-se parte de sua cultura empresarial. Atualmente, a empresa opera em conjunto com seus fornecedores para garantir os custos e margens mais viáveis.

Flexibilidade

Na fase inicial do Walmart, a empresa era ignorada pelos distribuidores e atacadistas, devido à localização remota de suas lojas. Por isso, teve de organizar um sistema de distribuição próprio, o que acabou sendo uma vantagem competitiva, devido à consequente flexibilidade, agilidade e economia.

Quando entraram para a empresa, Ron Mayer e Royce Chambers trouxeram consigo sistemas sofisticados de comunicação e distribuição que possibilitaram a projeção nacional do Walmart, pois permitiram uma concentração de mercadorias, que agora eram estocadas no centro de distribuição e redirecionadas para as lojas.

Família

O Walmart é um grande exemplo do que acontece quando milhares de pessoas se juntam como um grupo, com um sentimento autêntico de sociedade, e são capazes de colocar as necessidades individuais depois das necessidades da sua equipe.

Para garantir a produtividade, o Walmart possui diversas formas de recompensar o trabalho de seus associados, como um plano de participação nos lucros e outros programas de associação financeira, bonificação sobre as expectativas de controle de perdas e incentivos à educação formal de seus diretores.

O empreendedor enfatiza que apenas isso não é o suficiente. É essencial criar um sentimento de associação com seus funcionários, compartilhar informações e responsabilidades, de forma que todos se sintam participantes no sucesso da empresa.

Em suma, estabelecer um bom equilíbrio entre autonomia e controle.

Foco

O sucesso de uma loja de ofertas depende da satisfação do cliente, através de bom atendimento, preços atrativos e, principalmente, um estoque adequado às suas necessidades. Cada região atendida pelo Walmart possui necessidades específicas e distintas, de forma que as lojas precisam ser planejadas separadamente.

Sam Walton passava parte de seu tempo visitando as lojas e ouvindo as ideias de seus associados. Ele afirma que, quanto maior uma empresa fica, mais essencial é que se pense pequeno. O foco individual permite que se identifique os aspectos positivos e negativos de cada loja.

Mais livros sobre crescimento pessoal

Em "Princípios", Ray Dalio explica como sonho, realidade e determinação te ajudarão a alcançar o sucesso, ao fazer com que os princípios da vida e do trabalho caminhem juntos, tendo a mente aberta. Para isso, Ray vai te fazer compreender como seus erros têm contribuído para o seu crescimento, pois é essa evolução que te levará a vitória.

No livro do empresário brasileiro Flávio Augusto, "Geração de Valor", ele esclarece como, ao invés de somente trabalhar pelo capital, é importante também gerar valor para os clientes. Gerando valor na vida das outras pessoas, elas vão gerar valor para você.

Por fim, em "Como Sair do Labirinto", o autor Spencer Johnson mostra como se tornar um vencedor, ao vencer os labirintos que te impedem de alcançar objetivos maiores, entendendo seus erros e o que te levou a eles. Para isso, você verá como livrar-se do medo de olhar para trás, compreendendo suas falhas para ir adiante: alcançar a vitória!

Como essas dicas podem me ajudar?

  • Comunique-se com seus associados, ouça as ideias de todos em sua companhia. O desenvolvimento de uma empresa é um esforço coletivo;
  • Divida os lucros com seus associados e aprecie tudo o que fazem pelo negócio;
  • Pense como o cliente. Descubra as expectativas de seu público e supere-as;
  • Controle suas despesas melhor do que a sua concorrência. A lucratividade de uma empresa depende da economia de sua estrutura interna;
  • Dedique-se à qualidade do seu negócio. O lucro será uma consequência.

Gostou desse resumo do livro "Sam Walton: Made in America"?

Esperamos que esta biografia seja útil para o seu empreendimento pessoal. Deixe sua opinião nos comentários, seu feedback é muito importante para nós!

Além disso, para se inteirar mais sobre o conteúdo, adquira o livro clicando na imagem abaixo:

Livro “Sam Walton: Made in America”

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!