Sonho Grande - Cristiane Correa

Veja o que o trio de empreendedores que ergueu o maior império do capitalismo brasileiro tem a dizer para você.

Favoritar
Salvar
Lido

Você já parou para pensar quais as estratégias utilizadas pelas grandes empresas e quem está por trás delas? O livro “Sonho Grande”, da autora Cristiane Correa, leva para o leitor a história de três empresários brasileiros e os seus feitos em companhias bem-sucedidas como a AmBev, Burger King e a Heinz.

Atualmente, elas são gerenciadas por Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, e foram totalmente transformadas pelo trio em menos de cinco anos.

Além disso, isso fez com que Jorge Paulo Lemann se tornasse a pessoa mais rica do Brasil.

Surpreendente, não é mesmo?

Por isso, a partir de agora, vamos descobrir a extraordinária trajetória desse trio e valiosos insights sobre tudo o que você precisa começar a fazer para impulsionar o seu negócio.

Vamos lá!

 

Sobre o livro "Sonho Grande"

 

Publicado em 2013, o livro “Sonho Grande”, da autora Cristiane Correa, conta em 264 páginas, distribuídas ao longo de 18 capítulos, a trajetória profissional do trio de empresários brasileiros: Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira.

A obra foi elaborada a partir de entrevistas com mais de 100 pessoas. Dessa forma, foi possível registrar uma história de muita ambição, disciplina e dedicação, que começou na década de 70.

“Sonho Grande” retrata muito bem o modelo de gestão adotado pelo trio que revolucionou o mercado e foi capaz de transformar sua ideia inicial em um dos maiores impérios bilionários das últimas quatro décadas.

Para se ter noção, eles assumiram a Brahma nas ruínas e a transformaram na maior cervejaria do mundo. Além disso, dobraram o faturamento do Burger King em nada menos que três anos de gestão. Realmente é algo fantástico, não?

 

Sobre a autora Cristiane Correa

 

Além de “Sonho Grande”, a escritora Cristiane Correa também escreveu  “Abilio: Determinado, ambicioso, polêmico “Vicente Falconi: O que importa é resultado”. Juntos, os três modelos representam seus best-sellers e já venderam mais de 600 mil exemplares.

Ela também é jornalista e palestrante, especializada em negócios e gestão.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

best-seller “Sonho Grande” é indicado para todos aqueles interessados em transformar o nível de uma organização de acordo com as visões dos empreendedores mais ricos do Brasil.

É possível extrair lições excelentes, dadas pela autora Cristiane Correa, para aplicar em seu percurso empreendedor e, assim, alcançar resultados surpreendentes. Além disso, buscar a tão sonhada independência financeira.

Quer descobrir como? Então vamos lá!

 

Ideias principais do livro "Sonho Grande"

 

Neste resumo, vamos explicar a história dos três empresários, e apresentar como é o modelo de sistema de gestão proposto para alcançar os resultados atingidos pelos protagonistas do livro.

Os pontos de destaque desse sistema são:

 

  • Time forte;

  • Meritocracia;

  • Simplicidade e informalidade;

  • Copie o que funciona; 

  • Incentivo ao risco;

  • Investir em educação;

  • Crescimento contínuo.  

 

Vamos aprofundar o conteúdo?

 

Faça o Download do Resumo do Livro "Sonho Grande" em PDF grátis

 

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

 

[Resumo do Livro] Sonho Grande - Cristiane Correa, PDF

 

Overview: A história dos integrantes do trio

 

Na fase inicial do livro “Sonho Grande”, a autora Cristiane Correa conta para o leitor um pouco da história de cada integrante do trio de empreendedores:

 

Jorge Paulo Lemann

 

Jorge Paulo Lemann nasceu no Rio de Janeiro em 1939, estudou economia em Harvard, e foi capitão da equipe de tênis. Começou sua vida profissional no mercado de capitais, o que proporcionou uma grande experiência para sua carreira.

Com 31 anos, viu que era o momento de realizar seu sonho e colocar em prática seu modelo de gestão. Dessa forma, ele fundou, junto com Marcel Telles e Beto Sucupira, o Banco Garantia.

 

Marcel Hermann Telles

 

Marcel nasceu em 1950 no Rio de Janeiro. Formado em economia, chegou a fazer carreira no mercado financeiro, e ganhou destaque após passar pelos rigorosos sistemas de avaliação impostos por esse mercado.

Aprendeu como operam os mercados financeiros estrangeiros e usou tudo o que descobriu para aplicar no Brasil, até mesmo a tecnologia do overnight.

 

Carlos Alberto da Veiga Sicupira

 

Beto Sicupira nasceu em 1948, também no Rio de Janeiro. Começou a empreender desde muito jovem, possuindo negócios de carros usados e vendendo jeans que trazia do exterior. Cursou administração e tentou ser funcionário público, mas não se adequou.

Em um voo, Beto foi apresentado para Jorge Paulo, e acabaram se tornando amigos. Porém, Beto só foi trabalhar no Banco Garantia algum tempo depois.

 

Overview: O modelo de gestão

 

Entenda como funciona o modelo de gestão utilizado pelos três empresários visionários, explicados em “Sonho Grande”:

 

Time Forte

 

Segundo Cristiane Correa, o primeiro ponto fundamental é se cercar de gente boa. Jorge Paulo Lemann adotou um modelo chamado de PSD (pobre, esperto, com grande desejo de enriquecer) para integrar sua equipe.

Assim, valorizava os funcionários com “sangue nos olhos” e que realmente queriam ver o negócio acontecer.

Na verdade, o perfil buscado era: jovem, inteligente, ambicioso e sem necessidade de experiência prévia. Segundo o trio, bons profissionais atraem e formam bons profissionais. Por isso, sempre preferiram fazer isso “em casa”. 

Para conquistar e manter esses talentos, eles adotaram o modelo de meritocracia.

 

Meritocracia

 

A gestão do negócio sempre valorizou os funcionários com maior desempenho. Os salários fixos eram baixos, mas os bônus variáveis eram altos e ligados aos resultados obtidos pelos colaboradores.

O trio adotou o chamado modelo 20-70-10. Dessa forma, todo ano a empresa:

 

  • Premiava 20% dos funcionários (aqueles com melhor desempenho);

  • Mantinha 70% dos funcionários (aqueles com desempenho mediano);

  • Demitia 10% dos funcionários (aqueles com pior desempenho).

 

Para que o “Sonho Grande” se tornasse realidade, era necessário entrar gente boa e nova na empresa. E, para alguém entrar, outro tinha que sair.

 

Simplicidade e informalidade

 

Cristiane Correa explica que o trio identificava o que era essencial para o negócio e focava no mais importante. Nada de carros luxuosos, jatinhos particulares, motoristas ou qualquer outra mordomia. A simplicidade era a norma.

Eles preferiam ir trabalhar de jeans, mochila nas costas e de maneira simples. O foco era a busca incessante por redução de custos para aumentar o lucro, e foi assim que impressionaram o mercado e os acionistas.

Segundo Beto Sicupira, o custo é como uma unha, sempre é necessário cortar. Essa norma está contida em todos os negócios gerenciados pelo trio, sendo acompanhada de forma minuciosa.

Por fim, eles acreditavam que, com menos hierarquia, o negócio se tornaria mais rápido e menos burocrático. Assim, uma das medidas foi acabar com as salas e formar uma ampla área de trabalho, onde as pessoas dividiam as mesas.

 

Copie o que funciona

 

Um dos lemas adotados pelo trio é: não reinventar a roda. Não se deve ter medo de copiar o que funciona, afinal eles se orgulham de copiar boas ideias.

O modelo 20-70-10, por exemplo, foi implementado primeiramente na General Electric (GE). Outra passagem do livro “Sonho Grande” relata que quando o trio visitou o Walmart, após comprarem as Lojas Americanas, aplicaram o que viram de bom lá em suas empresas.

Desde o início de suas carreiras, o mesmo havia acontecido quando reproduziram as melhores práticas da americana Goldman Sachs para o banco Garantia.

 

Incentivo ao risco

 

De acordo com a autora, Cristiane Correa, o trio brasileiro considera que os riscos são essenciais para se obter resultados extraordinários. Além disso, na visão deles, as pessoas que sonham grande não devem ser penalizadas caso algo dê errado, desde que executem de acordo com o plano.

É possível perceber tal cultura em um dos trechos da obra, “Sonho Grande”, quando o CEO da Inbev decidiu comprar a Budweiser, por mais de $50 bilhões e, caso o negócio desse errado, ele não seria penalizado.

Jorge Paulo Lemann já dizia que “o maior risco é não se arriscar”.

 

Investir em Educação

 

O livro, “Sonho Grande”, esclarece que para eles, o desempenho e dedicação sempre foram mais importantes do que certificados acadêmicos. Mas com o passar do tempo, os três começaram a enxergar a importância da educação à medida em que os negócios iam crescendo.

Com isso, começaram a pagar treinamentos no exterior para os funcionários. Segundo Cristiane, foi algo que deu muito certo e, a partir disso, começaram a investir em instituições de ensino. A primeira delas foi a fundação Estudar, vindo posteriormente a Insper e a Endeavor.

Estas instituições serviram como excelentes meios para recrutar novos talentos para seus negócios.

 

Crescimento Contínuo

 

O trio possui uma cultura de nunca parar de crescer. Segundo eles, nunca devemos deixar dinheiro demais parado, sempre temos que aplicá-lo para o crescimento do negócio.

De acordo com Marcel Telles, o crescimento contínuo é necessário para possibilitar o crescimento dos funcionários. Afinal, há muitos profissionais de alta qualidade nos seus negócios, e ele não quer vê-los trabalhando para os seus concorrentes.

Um grande exemplo dos empreendedores é a fusão de duas grandes rivais, Antarctica e Brahma, formando o grupo AmBev. Mas não parou por aí, e atualmente a AmBev é proprietária de grandes marcas como a Guaraná Antarctica, Sucos do Bem, Bohemia, Skol e Gatorade.

A autora, Cristiane Correa, explica que eles continuam avançando. Já houve boatos sobre a compra da Pepsico ou Coca-Cola. Isso em 2013, quando “Sonho Grande” foi publicado.

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

O livro do empresário brasileiro Flávio Augusto, “Geração de Valor”, mostra como, ao invés de somente trabalhar pelo capital, é importante gerar valor para os clientes. Criando valor na vida das outras pessoas, em contrapartida, elas vão gerar valor para você.

Para Gino Wickman, autor do livro  “Traction”, os empreendedores de sucesso possuem uma visão atrativa e bem definida para o seu negócio. Além disso, eles sabem como comunicar essa mensagem aos colaboradores.

Já no livro  “Selling with Emotional Intelligence”, o autor Mitch Antony explica que negociadores profissionais habilidosos são capazes de encontrar soluções em situações nas quais outras pessoas só enxergam obstáculos. Seu segredo é olhar além dos seus próprios desejos e necessidades, e ver os objetivos dos seus parceiros.

 

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

 

Atingir posições privilegiadas não é nada fácil. Jorge Paulo Lemann mostrou que é necessário possuir muita dedicação, esforço e uma boa dose de coragem para assumir certos riscos.

Lembre-se de que esse trio aprendeu inúmeras lições com seus fracassos, alguns deles custando muitos milhões de reais.

No entanto, ao seguir o modelo de gestão sugerido pelo trio, é possível ter ótimos resultados. E aqui vão mais algumas dicas explicitadas pela autora, Cristiane Correa, no livro, “Sonho Grande”:

 

  • Sonhe grande, mas tenha foco;

  • Tenha ao seu lado profissionais melhores que você;

  • O simples é melhor que o complicado;

  • O maior risco é não arriscar.

 

Gostou desse resumo do livro "Sonho Grande"?

 

Gostou da nossa resenha? Deixe seu feedback para sabermos sua opinião!

Além disso, para saber todos os detalhes da história desse trio inabalável, você pode comprar o livro completo clicando na imagem abaixo:

 

Livro Sonho Grande                     Livro Dream Big

 

Nota:

O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A PocketBook4You respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei número 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da PocketBook4You e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isto porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.
Favoritar
Salvar
Lido
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!

Aprenda um novo livro a cada dia. Se inscreva na news e confira os destaques de hoje!