Resumo do Livro O 8º Hábito - Stephen R. Covey, PDF

O 8º Hábito - Stephen R. Covey

Aprenda tudo o que você precisa saber para alcançar a grandeza em sua vida e no seu local de trabalho.

Até pouco tempo atrás, na era industrial, as pessoas eram gerenciadas como "coisas". O cenário mudou, mas a forma de gerenciar os indivíduos continua a mesma, sendo vistos como objetos.

Para que você consiga inverter o jogo, você não pode ficar aí esperando que a empresa ou seu chefe mude, é você que tem de fazer a sua escolha em busca da grandeza.

Portanto, se você pretende mudar esses hábitos e ir em busca da grandeza, é preciso praticar o 8º hábito.

Descubra nesse resumo do livro "O 8º Hábito", como praticar este novo hábito e conseguir alcançar o sucesso na vida pessoal e profissional.

Vamos lá!

Sobre o livro "O 8º Hábito"

"O 8º Hábito: da eficácia à grandeza" foi publicado em 2004 pelo autor Stephen Covey, com o objetivo de tornar as pessoas eficazes.

Assim, surge o 8º hábito com a intenção de prosperar, inovar e liderar para que você conquiste a grandeza, fazendo com que tudo seja executado de forma apaixonada e com grandes contribuições para o alcance da "Era do Trabalhador do Conhecimento".

O livro é dividido em duas grandes partes: primeiro ele ensina como as pessoas podem ir ao encontro da sua voz interior e depois como elas podem ajudar as outras pessoas nessa jornada.

Sobre o autor Stephen R. Covey

Stephen R. Covey foi um dos norte-americanos mais influentes de seu tempo, reconhecido como uma grande autoridade em disseminar os princípios de liderança e de vida às organizações e às pessoas.

Além disso, ele foi cofundador e vice-presidente da Franklin Covey Co. , uma empresa líder em consultoria.

Covey também é autor best-seller dos livros "Os 7 hábitos das Pessoas Altamente Eficazes", "Primeiro o mais importante" e muitos outros.

Esse livro é indicado para quem?

Caso você seja uma pessoa que tem desejo em trabalhar com alegria, fazendo o que gosta e de forma eficiente, o 8º Hábito é um ótimo livro para você. Além disso, também é para você que está se sentido perdido ou insatisfeito com o desenrolar dos seus projetos pessoais e profissionais.

Essa é uma obra extremamente útil para você e para todos que exercem um cargo de liderança.

Ideias principais do livro "O 8º Hábito"

  • O 8º hábito consiste em encontrar a sua própria voz, alcançando o seu potencial inato;
  • Além de encontrar a sua própria voz, é preciso que ajude outras pessoas a encontrarem as suas vozes;
  • Antes de desenvolver o 8º hábito, é recomendável que já tenha expandido os 7 hábitos;
  • Devemos focar na inteligência mental, física, emocional e espiritual;
  • O foco e a execução são dois grandes pilares da inspiração;
  • Crie confiança nas pessoas e nas organizações;
  • É preciso escutar com empatia e mente aberta;
  • Os funcionários precisam estar alinhados com os valores da empresa, além de receberem feedback constantes;
  • Durante o processo de execução vão existir lacunas.

Faça o Download do Resumo do Livro "O 8º Hábito" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] O 8º Hábito - Stephen R. Covey, PDF

Encontre a sua voz interior

De início pode ter ficado meio confuso o que realmente é a voz interior. Quando Covey se refere à voz interior, ele fala sobre o que você precisa fazer para alcançar o seu potencial inato.

De acordo com o livro "O 8º Hábito" só compete a você decidir que ação vai tomar para atingir seu potencial, afinal, todos nós recebemos grandes dons, que são:

  1. A liberdade e a capacidade de escolha: esse dom recebemos quando nascemos, ele diz que nós mesmos podemos fazer nossas escolhas de acordo com os nossos valores;
  2. Leis naturais ou princípios: são universais, atemporais e autoevidentes;

As quatro inteligências/capacidades:

  1. QI (Inteligência Mental): nossa capacidade de analisar, entender e raciocinar;
  2. QF (Inteligência Física): é focada no corpo, na maioria das vezes ela passa despercebida;
  3. QE (Inteligência Emocional): autoconhecimento, empatia e poder de comunicação de fazer as coisas e se expressar na hora certa;
  4. QS (Inteligência Espiritual): orienta todas as outras 3 inteligências, se tornando guia para o melhor caminho.

Segundo Covey, quanto mais praticarmos e ampliarmos os nossos talentos, consequentemente maior se torna a nossa capacidade.

Quando analisamos detalhadamente as pessoas de sucesso, chegamos a alguns repetidos padrões sobre as suas quatro inteligências, que são:

  1. Visão para QI: ocorre quando unimos a necessidade com as oportunidades, enxergando as possibilidades nas pessoas e nos empreendimentos;
  2. Disciplina para QF: é aprender a lidar com todas as dificuldades da transformação da visão para a realidade;
  3. Paixão para QE: pode ser compreendido como o desejo e tudo aquilo que o impulsiona para que a sua disciplina seja conservada e a sua visão seja alcançada;
  4. Consciência para QS: é aquilo que busca o sentido de certo ou errado para colaborar em sua visão.

Dessa forma, o autor garante que, se aplicarmos esses 4 elementos, vamos ser capazes de achar a nossa verdadeira voz.

Inspire os outros a encontrar as vozes deles

Você já teve ou tem alguém que te serve como inspiração? Ou aquela pessoa que acreditou em você mais do que você mesmo?

Pois é, essas pessoas são capazes de nos levar a outro nível, além de nos fazerem acreditar que podemos caminhar para a excelência.

No livro "O 8º Hábito", Stephen R. Covey conta que, quando mais novo, ele teve um líder que acreditou muito mais na capacidade dele do que ele mesmo. Essa atitude fez com que ele descobrisse qual trabalho gostaria de executar pelo resto de sua vida e encontrasse, assim, a sua própria "voz".

Agora, chegou a sua vez! Você tem que ser o responsável por inspirar os outros. Com isso, o autor explica a grande importância de despertar a inspiração dos outros a encontrarem suas próprias vozes.

O primeiro conceito apresentado é sobre a liderança, pois um bom líder é aquela pessoa confiável, honesta, que possui grandes valores e, acima de tudo, consegue ajudar as pessoas a entenderem o seu verdadeiro propósito.

Portanto, dê autonomia orientada, ou seja, ajude-as a encontrarem o seu verdadeiro objetivo e depois dê autonomia e potencial para que elas o alcancem.

De acordo com Covey, o processo de inspirar os outros a encontrarem as próprias vozes pode ser sintetizado por quatro qualidades da liderança:

  1. Modelar (consciência): dar bons exemplos;
  2. Descobrir caminhos (visão): determinação em conjunto para o percurso;
  3. Alinhar (disciplina): gerenciar e determinar sistemas para manter o rumo;
  4. Fortalecer (paixão): focar o talento nos resultados.

Logo, a inspiração pode ser resumida em duas palavras-chave: Foco (modelar e descobrir caminhos) e Execução (alinhamento e fortalecimento).

O Foco

A voz da influência

Além de encontrar a nossa própria voz, é preciso também de iniciativas. O Stephen R. Covey chama isso de compensador, é aquele que toma iniciativas a fim de expandir suas influências diante de todas as oportunidades, alterando o rumo do time.

"A vitimização joga fora nosso futuro".

A voz da confiabilidade

A confiança é um dos pilares mais importantes de qualquer relação, logo, é preciso que você tenha atenção, pois é ela que une a organização.

"De todas as falhas da liderança, 90% são falhas de caráter".

Portanto, modele seu caráter e suas competências e ganhe a confiança das pessoas e das organizações.

Para que tenha sucesso nessa etapa, veja as dicas que o autor apresenta:

  • Sempre cumpra suas promessas; caso tenha 1% de dúvida de que pode não cumprir, não a faça;
  • Seja gentil e amigável com todos, usando palavras de afeto;
  • Peça desculpas;
  • Demonstre confiança, potencial e valor nas pessoas em que realmente você acredita.

Combinando vozes

Você concorda que é mais fácil falar do que fazer? Mais fácil ainda do que falar é ouvir, e é essa atitude que devemos ter para reprimir qualquer conflito.

No entanto, acaba sendo muito mais do que simplesmente escutar a outra pessoa. É preciso escutá-la com empatia, ou seja, você tem que se colocar na situação da pessoa e tentar entender o ponto de vista dela e o seu porquê, com a mente aberta.

Logo depois disso, aí sim é a hora de você explicar o seu ponto de vista e consolidar uma terceira alternativa, com a qual todos estejam de acordo.

Compartilhamento das estratégias

Como o 8º hábito é um processo que primeiramente ocorre de dentro pra fora, temos de ter boas maneiras de compartilhar as ideias.

Dessa forma, temos de garantir que os funcionários estejam alinhados com os valores do seu negócio.

Você pode fazer isso por meio das reuniões de equipe e por feedbacks que os ajudem a focar no objetivo.

A Execução

A pergunta que você deve se fazer é a seguinte: um cavalo consegue chegar em algum lugar sem ser domado?

Provavelmente não, e com o 8º hábito não é diferente. Segundo Stephen R. Covey, o líder, na maioria das vezes, acaba tomando conta de todo planejamento e os trabalhadores apenas fazem o que é repassado.

Isso desmotiva os funcionários, afinal, eles não possuem a liberdade e as responsabilidades que queriam.

Portanto, é necessário que você inverta o jogo e ceda um pouco de suas responsabilidades, pois os trabalhadores precisam se sentir mais confiantes e capacitados para que possam obter os melhores resultados.

Por fim, mostre como ser confiável em suas ações e faça um alinhamento com os funcionários de qual direção a empresa deve seguir. Lembre-se de que o alinhamento exige vigilância constante, e isso pode ser feito por meio dos feedbacks.

A Era da Sabedoria

Durante a execução há muitas coisas que podemos enfrentar, e a principal delas são as falhas. Por isso, o autor listou as 6 mais frequentes; elas são caracterizadas como "Lacunas da Execução" e estão representadas na tabela abaixo:

Tabela do livro O 8º Hábito

Fonte: Tabela adaptada do livro, pág. 275

Além disso, nesta parte o autor apresenta "As 4 disciplinas da execução", que podem te ajudar fortemente a vencer os desafios das lacunas; as disciplinas são:

  1. Concentrar-se no mais importante;
  2. Criar um placar convincente;
  3. Traduzir objetivos vagos em ações específicas;
  4. Cobrança mútua de responsabilidades (contínua).

Por fim, Covey fala que o grande segredo do 8º hábito é servir aos outros, e melhor, de forma ganha-ganha.

O que outros autores dizem a respeito?

Em "Inteligência Emocional", o autor Daniel Goleman esclarece que o QI contribui apenas com 20% para o seu sucesso na vida. O resto é resultado da inteligência emocional, o que inclui fatores como a capacidade de se motivar, a persistência, controle de impulsos, regulação do humor, empatia e esperança.

No livro, "O Cérebro com Foco e Disciplina", o autor Renato Alves diz que ser disciplinado é seguir a rota traçada apesar das dificuldades e das tentações. Ele explica que a disciplina dá a habilidade de não desistir e, por isso, de chegar mais longe; e o primeiro passo para obtê-la é valorizá-la.

Por fim, a autora Mel Robbins, em seu livro "O Poder dos 5 Segundos", ressalta que não devemos esperar o momento perfeito. Muito provavelmente ele não existe e vai custar uma oportunidade única. Além disso, ela apresenta um método capaz de aumentar a produtividade, a colaboração e o envolvimento de seus profissionais.

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

Como vimos, o ser humano pode muito mais do que a simples mediocridade para a qual já foi programado. Como apresentado pelo livro, todos nós somos inteiros - corpo, mente, espírito e coração.

Para que você desenvolva essas 4 inteligências/capacidades, vamos deixar as dicas finais que o autor nos propõe:

  • Para o corpo - imagine que sofreu um infarto; agora viva de acordo com isso;
  • Para a mente - imagine que a meta de sua vida profissional é de dois anos; agora prepare-se como decorrência disso;
  • Para o coração - imagine que outra pessoa pode ouvir tudo o que você fala dela; agora fale de acordo com isso;
  • Para o espírito - imagine que você tem um encontro pessoal com seu criador a cada trimestre; agora viva de acordo com isso.

Por fim, lembre-se de que esse 8º hábito pode ser implementado em todas as áreas de sua vida, tanto pessoal quanto profissional.

Gostou desse resumo do livro "O 8º Hábito"?

Deixe o seu comentário! O seu feedback é muito importante para nós.

Além disso, fique sabendo que você pode adquirir esse livro completo agora mesmo clicando na imagem abaixo:

Livro O 8º Hábito - Stephen R. Covey

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!