O Método Bullet Journal - Ryder Carroll

O Método Bullet Journal - Ryder Carroll

Usando apenas papel e caneta, saiba como registrar seu passado, organizar sua vida atual e planejar seu futuro!

Você se sente constantemente ocupado e oprimido? Não consegue organizar suas tarefas e esquece suas obrigações? Mais do que isso, você tem dificuldade em planejar o futuro? Se você sofre com esses obstáculos, então o livro "O Método Bullet Journal", do autor Ryder Carroll, foi feito para você!

Ele promete uma maneira eficaz para você registrar o seu passado, estruturar o seu presente e projetar o seu futuro da melhor forma.

Tudo isso por meio do que o autor chama de "Bullet Journal", uma espécie de diário que vai concentrar os fatores que são mais importantes para você. Dessa forma, você valoriza seus recursos essenciais: tempo e energia.

Neste resumo, veremos como este método pode aumentar a sua produtividade e examinar todos os aspectos do Bullet Journal!

Sobre o livro "O Método Bullet Journal"

O livro "O Método Bullet Journal", do original "The Bullet Journal Method" foi escrito pelo autor Ryder Carroll e lançado primeiramente em 2018 nos Estados Unidos ainda na língua inglesa. Desde então, a publicação entrou para a lista dos mais vendidos do jornal The New York Times e foi traduzida para mais de 25 línguas.

A versão brasileira, foi publicada pela Companhia das Letras também no ano de 2018.

O livro é escrito com uma linguagem fácil e prática. Além disso, para exemplificar como as páginas do Bullet Journal devem ser preenchidas, o autor faz uso de uma fonte diferenciada, que passa a ideia do texto ter sido escrito à mão, como é feito no diário.

Sobre o autor Ryder Carroll

Ryder Carroll é autor e designer de produtos digitais. Ele inventou o método Bullet Journal quando tentava atenuar os efeitos da sua condição de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade).

Além de ser citado em grandes veículos como LA Times, New York Times, Wall Street Journal e BBC, Ryder apresentou uma palestra sobre o seu método na TED Talk.

Esse livro é indicado para quem?

"O Método Bullet Journal" é útil para todos que desejam se tornar mais produtivos, organizados e focados nas tarefas que realmente vão impactar suas vidas. Quem não deseja isso, certo?

Seja para os estudos, trabalho ou até mesmo para a vida pessoal, a proposta do autor Ryder Carroll é ajudar aqueles que se sentem sobrecarregados com as suas responsabilidades e pretendem otimizar o seu tempo.

Ideias principais do livro "O Método Bullet Journal"

  • Nosso tempo e nossa energia são os recursos mais valiosos de nossas vidas;
  • É possível concluir mais fazendo menos;
  • Para "navegarmos" mundo afora com sucesso, primeiramente é preciso olhar e compreender melhor nós mesmos;
  • Com o uso do Bullet Journal, você vai parar de apenas reagir e vai começar a responder aos acontecimentos de sua vida;
  • O BuJo (apelido carinhoso para Bullet Journal) ajuda a desembaralhar os seus pensamentos, possibilitando a sua análise de um ponto de vista diferenciado. Além disso, ele te auxilia a identificar e focar no que realmente é significativo.

Faça o Download do Resumo do Livro "O Método Bullet Journal" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] O Método Bullet Journal - Ryder Carroll, PDF

Como organizar a mente?

Segundo estudos, cerca de 70. 000 pensamentos passam pela nossa mente todos os dias. Isso seria o suficiente para escrevermos um livro todos os dias. É muita coisa!

No entanto, ao contrário de um livro, nossos pensamentos estão por toda parte, o que dificulta a nossa compreensão do que é mais importante. Assim, não conseguimos focar diretamente nessas coisas e acabamos desorganizados e sobrecarregados.

Por isso, o autor Ryder Carroll destaca em seu livro "O Método Bullet Journal" a importância de se criar uma maneira de colocar ordem nesse caos de pensamento. Uma das melhores formas de se fazer isso é através da escrita.

Ao escrever, Carroll explica que podemos organizar nossos pensamentos e controlar a mente. Além disso, nós conseguimos:

  • Visualizar mais facilmente o que precisa ser feito;
  • Forçar a mente a pensar em uma direção específica para atingir maiores detalhes.

Por isso, o Bullet Journal aparece como uma solução para organizar todo esse volume intenso de pensamentos que nos ocorre diariamente.

Com ele, é possível entender o que é de fato importante e o que pode ser descartado, evitando desperdícios do nosso tempo e esforço e otimizando tudo aquilo que é realmente significativo.

O que importa é a execução

O autor Ryder Carroll cita uma ideia que pode te surpreender: muita organização pode te distrair e acabar sendo contraprodutiva com relação aos seus objetivos.

Digamos que você está escrevendo seus planos para os próximos 5 anos. Você acredita que está fazendo alguma diferença e trabalhando em direção aos seus objetivos traçados para esse intervalo.

No entanto, na verdade você está apenas escrevendo coisas no papel. Nada mais. O Bullet Journal foi desenvolvido para que a menor quantidade de tempo seja gasta durante essa fase de planejamento.

Sua abordagem nessa parte é a mais otimizada possível e o foco é nos resultados.

Segundo Carroll, você pode gastar horas e horas desenhando o plano perfeito, com todas as possibilidades totalmente alinhadas. Mas não adianta nada ficar apenas nisso. O que é realmente importante é dar o próximo passo.

De acordo com o livro "O Método Bullet Journal", o essencial não é o planejamento, mas sim a execução!

Inventário mental

Ryder acredita que precisamos reduzir o número de decisões que enfrentamos todos os dias, assim conseguimos concentrar nossos esforços nas questões mais importantes.

Essa ideia é parecida com a de Steve Jobs, fundador da Apple e de Mark Zuckerberg, criador do Facebook. Eles diminuem o número de decisões diárias ao utilizar sempre o mesmo conjunto de roupas.

Para te ajudar a identificar e evitar essas decisões supérfluas, o autor Ryder Carroll sugere em seu livro "O Método Bullet Journal" a prática do inventário mental, que consiste nos seguintes passos:

  1. Em uma folha de papel orientada horizontalmente, faça três colunas;
  2. Na primeira coluna, liste as coisas nas quais você está trabalhando atualmente;
  3. Na coluna do meio, enumere tudo aquilo que em que você deveria estar trabalhando;
  4. Na terceira coluna, faça uma lista do que você gostaria de estar trabalhando.

É importante ser bastante honesto com você mesmo. Essa lista permite que você visualize uma imagem mais clara sobre onde seus esforços estão sendo investidos atualmente.

Dessa forma, você pode analisar e conseguir direcionamentos. Carroll sugere que você deve se questionar da seguinte forma:

  • Isso importa? (Para você ou para alguém que você ama);
  • Isso é vital? (Pense em aluguel, impostos, empréstimos, seu emprego, etc.).

Qualquer item que não passe no teste acima deve ser considerado uma distração, que não agrega valor à sua vida. Os que forem aprovados provavelmente serão de dois tipos: coisas que você precisa fazer (responsabilidades) e coisas que você deseja fazer (suas metas).

Quais os elementos do Bullet Journal?

O BuJo é dividido em várias seções, chamadas de coleções pelo autor Ryder Carroll. São elas:

Índice

São as primeiras páginas do caderno, que indicam todo o conteúdo do Bullet Journal. A ideia é que essa seção seja orgânica, ou seja, você deve ir adicionando as páginas ao índice conforme for criando mais conteúdo.

Log mensal

No registro do mês, ou log mensal, o autor Ryder Carroll sugere em seu livro "O Método Bullet Journal" que você reserve uma página para o mês atual e insira os números dos dias e a inicial indicando cada dia da semana.

Na página ao lado, você deve enumerar todas as tarefas e responsabilidades a serem cumpridas no mês em questão.

Log diário

Aqui, você pode reservar uma página para cada dia ou pode colocar mais de um dia em uma mesma página, fica a seu critério. Essa seção é a que mais se parece com um diário normal.

Você deve listar todas as ações pontuais a serem tomadas naquele dia e pode também anotar informações relevantes sobre fatos que aconteceram ao longo do dia.

Log futuro

Nessa coleção, você deve inserir dados de tarefas e eventos que vão acontecer nos meses seguintes. Essa parte vai servir de fonte de informações para quando virar o mês e você for montar o seu novo log mensal.

Coleções customizadas

Além das quatro coleções listadas acima, o autor Ryder Carroll explica que você pode personalizar o seu Bullet Journal de acordo com suas preferências. Carroll conta que recebe muitos exemplos de pessoas que utilizam essa parte para as mais variadas funções.

Aqui listamos algumas delas:

  • Livros lidos / livros para ler;
  • Filmes assistidos / filmes para assistir;
  • Séries vistas / séries para ver;
  • Controle de finanças;
  • Controle de hábitos;
  • Registro de atividades físicas.

O que outros autores dizem a respeito?

Em "Essencialismo: A Disciplinada Busca por Menos", o autor Greg Mckeown também trabalha a ideia de que a melhor forma para sermos mais produtivos é descartar tudo aquilo que não é significativo e concentrar totalmente nossos esforços no que consideramos importante.

Em seu grande sucesso, "O Poder do Hábito", Charles Duhigg discorre sobre a força que os hábitos possuem em nossas vidas, seja positivamente com hábitos bons ou negativamente com hábitos ruins.

Por fim, no livro "Foco", Daniel Goleman argumenta que a prática somente te aproxima da perfeição se for feita de forma inteligente, isto é, se a pessoa que está praticando usa esse tempo para fazer ajustes e melhorias. A quantidade de atenção que você emprega durante a prática é crucial.

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

  • Escolha um caderno de sua preferência (o ideal é que não seja muito pequeno para caber mais conteúdo e nem muito grande, pela praticidade);
  • Reserve as três primeiras páginas para o índice;
  • Insira a página do mês atual (log mensal);
  • Adicione os logs diários, da maneira que preferir;
  • Desenhe seu log futuro;
  • Monte suas coleções personalizadas;
  • Não se esqueça de numerar as páginas;
  • Sempre que adicionar mais conteúdo, lembre de colocar as páginas correspondentes no índice.

Gostou desse resumo do livro "O Método Bullet Journal"?

Esperamos que você tenha gostado do nosso resumo e seja capaz de aplicar o método do autor Ryder Carroll à sua vida. Deixe sua opinião nos comentários, seu feedback é muito importante para nós!

Além disso, para saber mais sobre o conteúdo, adquira o livro clicando na imagem abaixo:

Livro 'O Método Bullet Journal'

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!