O Ponto de Equilíbrio - Christine Carter

Aprenda aqui a fórmula da produtividade e de que maneira você pode administrar suas emoções, estabelecer metas e seguir rumo ao objetivo trabalhando menos e rendendo muito mais.

Favoritar
Salvar
Lido
Escolha sua linguagem:

Você sabia que é possível encontrar o seu ponto de equilíbrio, conciliando produtividade e felicidade através do gerenciamento do tempo e emoções? Essa é a premissa do livro “O Ponto de Equilíbrio”, escrito por Christine Carter.

Segundo a autora, para conquistar mudanças significativas na sua vida pessoal e profissional, é necessário construir hábitos, priorizar atividades e criar conexões reais e saudáveis.

Além disso, ela explica a importância da moderação, do controle e do autodomínio, e de que forma eles influenciam em sua trajetória rumo ao sucesso.

Ficou curioso? Então vamos lá!

 

Sobre o livro “O Ponto de Equilíbrio”

 

O livro, “O Ponto de Equilíbrio” (2015), escrito pela autora Christine Carter, é composto por 5 partes e 10 interessantes capítulos que te ajudarão a equilibrar sua vida.

 

Sobre a autora Christine Carter

 

Christine Carter é escritora, socióloga, pesquisadora pela Greater Good Science Center da UC Berkeley e especialista em palestras de gestão, liderança e produtividade.

Teve muitas publicações em jornais importantes, como The New York Times, Los Angeles Times, USA Today e Chicago Tribune.

Seu trabalho já rendeu duas indicações da Associação Americana de Sociologia e um prêmio do Conselho de Famílias Contemporâneas.

 

Esse livro é indicado para quem?

 

O livro, “O Ponto de Equilíbrio”, é recomendado para profissionais que estão buscando conciliar sua paixão, suas habilidades, e um impacto positivo no mundo.

 

Ideias principais do livro “O Ponto de Equilíbrio”

 

No decorrer do livro, são abordados pontos fundamentais que garantem a ascensão dos negócios, o aumento da produtividade e os aspectos norteadores do sucesso.

Dentre eles, podemos citar:

 

  • Aprenda a descansar, é o primeiro passo para o sucesso;
  • Dê valor às emoções positivas;
  • Treine o seu autocontrole;
  • Use os gatilhos mentais a seu favor;
  • Tenha decisões acertadas, projete-as.
  • Uma conexão sólida cria pontes para a vitória;
  • A cordialidade é um limiar para a produtividade;
  • O reforço positivo auxilia diretamente na motivação;

 

Faça o Download do Resumo do Livro "O Ponto de Equilíbrio" em PDF grátis

 

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

 

[Resumo do Livro] O Ponto de Equilíbrio - Christine Carter, PDF


O passaporte para a criatividade

 

No mundo moderno, sabemos que os afazeres do dia a dia, os compromissos, a vida profissional e pessoal são fatores intrínsecos de nossa rotina e que, na maioria das vezes, não sabemos como controlar. 

Mas o que fazer, afinal? Descansar!

O primeiro passo para encontrar o equilíbrio é prezar pelo repouso.

A contemporaneidade nos fez pensar que, se não estivermos constantemente atarefados, não somos produtivos no desempenhar das nossas atividades. Mas aí que está o erro!

A autora Christine Carter relata em seu livro, “O Ponto de Equilíbrio”, os muitos problemas que a ausência de pequenas pausas pode fazer na vida de um indivíduo. Por exemplo, sintomas graves de ansiedade, deterioração do humor e mudança no metabolismo.

O que de fato precisamos entender é que não somos robôs. O nosso corpo obedece ciclos pelos quais precisamos seguir. Caso contrário, o caminho para a felicidade, sucesso e criatividade estará cada vez mais longe.

 

Mas, quais são esses ciclos?

 

São chamados de circadianos e ultradianos

De acordo com o livro, o ritmo biológico circadiano está inteiramente relacionado com os hormônios do sono, em que no espaço de 24 horas dormimos e acordamos em um circuito totalmente previsível.

Já o ultradiano tem a ver diretamente com a produtividade. Interessante, não é?

Pois bem, esse período está em torno de 90 a 120 minutos e é repetido durante o nosso dia. Temos, como exemplo, os batimentos cardíacos, o apetite, a circulação do sangue e a saúde mental.

Agora, me responda: Você acha que a sua produtividade e o seu rendimento são constantes nesse intervalo de tempo?

Eis o motivo do crescente índice de estresse, estafa e sobrecarga nos ambientes de trabalho. Inclusive, já até existem casos comprovados de morte devido a sobrecarga de tarefas.

 

Ensine o seu inconsciente a trabalhar por você

 

O que você acha de usar o piloto automático da sua mente em seu favor?

Entenda que você pode aumentar o seu desempenho pessoal e profissional, adequando o seu inconsciente através de hábitos.

A autora Christine Carter explica que, ao contrário do pensamento consciente, os nossos hábitos estão em uma região do cérebro que são responsáveis por economizar energia, causar menos sobrecarga e processar muito mais rápido as nossas informações.

E de que forma você pode fazer isso?

 

Construa hábitos

 

Para a formação de um hábito é necessário o uso de três fatores: 

 

  • Gatilho;
  • Rotina;
  • Recompensa. 

 

O gatilho pode ser explicado como um impulsionador de algo, uma emoção, um aroma, uma sonoridade ou uma sensação, por exemplo. 

A rotina é o caminho que vai te levar a obedecer o hábito almejado. Sendo assim, quanto mais você cumprir a rotina antes estabelecida, mais fácil será a fixação do hábito.

A recompensa, por sua vez, auxilia na continuidade do hábito. Quando temos êxito no fim de alguma atividade, é natural termos a conhecida sensação de dever cumprido, ou então aquela sensação de conquista/vitória sobre aquele afazer. Isto é a recompensa intrínseca atuando em nós.

Conforme explicado por Christine em seu livro, “O Ponto de Equilíbrio”, a recompensa intrínseca é mais efetiva que o reforço positivo material. Apesar de ser menos recompensadora, o efeito de triunfo é imediato e a sensação do sucesso permanece por muito mais tempo.

 

Priorize

 

Um dos principais vilões responsáveis pelo nosso desequilíbrio emocional é a sensação de estafa.

Essa sensação de exaustão se dá através da união da sobrecarga de trabalho com o sentimento de medo de fracassar, ou de não ser suficiente para determinada atividade.

Se você, leitor, está buscando pelo ponto de equilíbrio, precisa administrar a sua vida, para que suas atividades diárias não sejam um peso para você. 

O cansaço extremo afeta diretamente a nossa capacidade cognitiva justamente por sobrecarregar o cérebro e impedir as habilidades necessárias para a vida cotidiana.

A autora Christine Carter cita que esse tipo de exaustão pode ser classificado como “sobrecarga cognitiva”. Isto pelo fato de influenciar em nossa capacidade de criação, organização, resolução de problemas e tomada de decisões.

Segue algumas dicas para que você possa organizar a sua vida e contornar de vez esse problema:

 

  • Aprender a dizer “não” é o primeiro passo para ter uma vida mais tranquila. Valorize o que mais importa, honre as suas prioridades;
  • Gerenciar melhor o seu tempo é sinônimo de qualidade de vida;
  • Focar em saúde e felicidade devem ser as primeiras escolhas para quem deseja recuperar o ponto de equilíbrio e drenar as energias para aquilo que realmente importa.

 

Você não precisa ser uma pessoa multitarefa

 

Se você é daquelas pessoas que querem fazer tudo ao mesmo tempo para economizar alguns minutos no final do dia, pare! Você está fazendo isso errado.

Ao contrário do que muitos pensam, realizar muitas atividades de modo simultâneo equivale a perda de energia, atenção, foco e desempenho. Além disso, diminui drasticamente as chances de qualquer tipo de produtividade.

Mais uma vez, o foco aqui é a prioridade.

O conselho dado por Carter em seu livro é: defina suas atividades mais importantes e realize uma de cada vez. No final, você vai perceber que o esforço destinado a cada uma foi muito menor do que o esperado.

Pode ser que, nessa mudança de ritmo, você perceba que fique um tempo de sobra no final do dia, e é muito comum que as pessoas se sintam culpadas diante dessa situação.

Não se culpe. O que, de fato, aconteceu foi uma reorganização do seu horário. Você deixou de amontoar atividades e passou a administrar o seu tempo, para que houvesse menos desperdício e mais qualidade de vida.

 

Aprenda a criar elos

 

A humanidade não nasceu para viver só. Entenda que os vínculos criados não são apenas necessários para a nossa satisfação pessoal, mas refletem diretamente em nossa vida profissional.

O contato é necessário em sociedade, e os benefícios causados por ele transcendem qualquer mera explicação. 

A escritora define que fortalecer os relacionamentos e criar vínculos novos está inteiramente relacionado com uma vida mais feliz, saudável, bem-sucedida e tranquila.

O segredo do sucesso é o amor. A felicidade e a sabedoria encontram lugar em pessoas que se inter relacionam. A sensação de pertencimento e aceitação reflete diretamente no bom desempenho e produtividade no ambiente de trabalho.

 

A ressonância positiva

 

Você sabia que, quando há uma comunicação efetiva entre duas pessoas, há também um casamento entre elas? 

Para alcançar o ponto de equilíbrio é necessário haver uma aproximação das energias positivas. As energias positivas podem chegar até nós, através das boas ações e das conexões efetivas entre as pessoas.

Ressonância significa amplificar. Isso se dá por meio de contatos sociais e acontecem quando compartilhamos emoções com o outro.

O livro explica que quando há uma conexão de pessoas, há também um sincronismo da atividade cerebral, sendo assim conhecido como casamento neuronal.

Entenda que essa sincronia vai refletir não apenas nas emoções, mas também nos batimentos cardíacos, no comportamento e linguagem corporal.

A amplificação positiva é altamente benéfica para a nossa saúde emocional. É uma das principais razões que definem um indivíduo vitorioso em todas as áreas de sua vida.

 

Contorne dificuldades

 

A autora Christine Carter explica a importância de sermos fortes frente aos obstáculos da vida. Ela explica que é necessário desenvolvermos a nossa capacidade de tolerância, para que alcancemos o autocontrole de forma mais rápida, fácil e eficiente.

 

E como podemos fazer isso?

 

Desenvolver a maestria é a chave principal da interseção entre força e tranquilidade.

A maestria pode ser explicada como a habilidade, a competência e a facilidade de desempenhar uma atividade designada.

Quando desenvolvemos uma atividade com maestria, não é necessário tanto esforço para a realização. Sendo assim, podemos executá-la pelo piloto automático, poupando energia, evitando o desgaste e adiando o estresse.

Apesar da dificuldade de ser adquirida, a maestria pode ser alcançada através da determinação por meio da prática e do descanso necessário, com a promessa de tranquilidade vindoura e de qualidade de vida.

Entenda que o segredo do sucesso está atrelado à:

 

  • Capacidade de aprender com os outros;
  • Inteligência emocional, através do autocontrole;
  • Motivação refletida por meio da nossa paixão pelo que fazemos.

 

Ainda que haja toda essa dedicação necessária para a chegada do triunfo, buscar o perfeccionismo não é o melhor caminho. 

O livro, “O Ponto de Equilíbrio”, esclarece que o perfeccionismo traz o sentimento contínuo de descontentamento, alimentando sempre emoções negativas por meio do medo, fracasso e sensação de impotência.

Aprenda também que, para alcançar a vitória almejada, a sua atenção precisa estar focada na jornada através da construção do hábito de analisar escolhas, criar situações e planejar decisões.

 

O que outros autores dizem a respeito?

 

No livro "Paixão por Vencer", Jack Welch explica que devemos sempre buscar qualidade na nossa vida profissional. Se você não está satisfeito com o seu emprego, encontre um trabalho que proporcione entusiasmo na sua carreira, é muito importante que você não se acomode e saia da zona de conforto.

Mas, ao procurar um trabalho, analise a empresa como um todo: sua equipe, tarefas, salário, plano de carreira e mais. E, ao iniciar em um novo emprego, procure superar todas as expectativas, dê sempre o seu melhor.

Em "15 Secrets Successful People Know about Time Management", o autor Kevin Kruse explica que a maioria dos empresários adota uma rotina matinal para se reenergizar física e mentalmente. Eles se recarregam com muita água, comida saudável e exercício.

Por fim, o autor Nir Eyal, em sua obra "Hooked", informa que gatilhos atiçam seu comportamento. Eles são sugestões falando para as pessoas sobre como devem agir. A publicidade capitaliza em cima desses motivadores.

 

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

 

  • Reorganize sua rotina a fim de ter um tempo mais produtivo, tranquilo e de qualidade;
  • Descanse. Afinal, um bom desempenho precisa antes de momentos de pausa, lazer e tranquilidade;
  • Filtre suas emoções. Emoções positivas geram felicidade e criatividade de forma permanente;
  • Crie hábitos ligando o piloto automático. Afinal, usar pouco o esforço consciente significa mais feitos impressionantes;
  • Aumente seus contatos sociais, crie vínculos saudáveis e atinja o ponto de equilíbrio emocional;
  • Dedique-se aos seus objetivos e receberá muitas características de sucesso;
  • Alivie a sobrecarga priorizando atividades e como consequência tenha uma vida muito mais alegre e tranquila.

 

Gostou desse resumo do livro “O Ponto de Equilíbrio”?

 

Esperamos que você tenha gostado do nosso resumo e consiga encontrar o seu ponto de equilíbrio seguindo os conselhos da autora Christine Carter. Deixe sua opinião nos comentários, seu feedback é muito importante para nós!

Além disso, para se inteirar mais sobre o conteúdo, adquira o livro clicando na imagem abaixo:

 

Livro “O Ponto de Equilíbrio”

 

Nota:
O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A PocketBook4You respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da PocketBook4You e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.
Favoritar
Salvar
Lido
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!

Aprenda um novo livro a cada dia. Se inscreva na news e confira os destaques de hoje!