Você Está Contratado - Marcelo de Freitas Nóbrega

Você Está Contratado - Marcelo de Freitas Nóbrega

Perceba que dom e talento contam pouco quando confrontados com o preparo, e descubra como só você tem o poder de mudar a sua realidade!

"Lembre-se: você não conhece as regras plenamente, não sabe a duração do jogo, e nem mesmo 'quantos' e 'quem' são os concorrentes", a sua única opção é se preparar. E aqui, nesse resumo do livro "Você Está Contratado", você encontrará formas de fazer isso.

Várias pessoas passam demasiado tempo se queixando das dificuldades da vida, tempo que poderia ser usado para combater as causas desses problemas. Mude o foco: só você (e apenas você) tem o poder de tomar nas mãos as rédeas da sua vida.

Se não está satisfeito com seu trabalho, seu salário, sua rotina, seus relacionamentos pessoais, busque as causas e assuma uma atitude proativa. Só você sabe o que deseja.

A felicidade não é uma dádiva, nem é providenciada pelo governo, chefe ou quem quer que seja.

Se você está em busca de um emprego que lhe ajude a retomar o controle da sua vida, tenha em mente que o processo seletivo não é uma ciência exata. É um jogo desigual, em que todas as fichas estão na mão do empregador.

Sobre o livro "Você Está Contratado"

"Você Está Contratado" (2014), escrito por Marcelo de Freitas Nóbrega, é "um guia completo para você conquistar o emprego dos seus sonhos". A obra oferece respostas concretas às angústias e aos desejos de todo candidato. Além de mostrar o ponto de vista de quem contrata.

Sobre o autor Marcelo de Freitas Nobrega

Marcelo de Freitas Nóbrega está à frente do RH da Arcos Dourados desde 2015.

Além disso, ele tem acumulados vários prêmios junto com sua equipe, como: Great Place to Work; Top Employer; Melhores Empresas para se Trabalhar da Você S/A; Women in Leadership in Latin Americ a da revista Exame e o Selo da Diversidade Étnico-Racial da Prefeitura de Salvador.

Nóbrega está há mais de vinte anos atuando na área de gestão de pessoas, é especialista em coaching de executivos, gestão da mudança, desenvolvimento organizacional e de lideranças.

Esse livro é indicado para quem?

"Você Está Contratado" é destinado àqueles que estão concorrendo à vaga de uma empresa, claro, mas não somente: é também para pesquisadores, professores e profissionais em geral.

Por fim, é indicado a todas as pessoas que desejam entender os pensamentos de um executivo que tem sob sua responsabilidade mais de trinta mil colaboradores de uma das empresas mais respeitadas e vitoriosas do mundo.

Ideias principais do livro "Você Está Contratado"

  • Conhecer os seus próprios pontos fortes e fracos é essencial em um processo seletivo;
  • O objetivo do currículo é garantir a primeira entrevista, no entanto, é preciso saber como montá-lo;
  • O que é o modelo STAR e como ele pode te ajudar a mostrar as suas habilidades ao entrevistador?;

Então, vamos ao conteúdo?

Faça o Download do Resumo do Livro "Você Está Contratado" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Você Está Contratado - Marcelo de Freitas Nóbrega, PDF

Não fique contando com a sorte

Segundo Nóbrega:

"A primeira coisa a fazer é: conhecer as etapas do processo seletivo que enfrentará até conseguir 'chegar lá'. É fundamental conhecer o terreno onde pisa, estudar as regras, avaliar os concorrentes e adversários e traçar uma estratégia vitoriosa."

Apesar da dificuldade, a sequência e o número de etapas, as pessoas e a extensão do processo mudam de empresa para empresa, a estrutura em si permanece igual.

Atente-se para quem são os personagens e qual o papel de todos eles:

  • Candidato: Todos que estão concorrendo à vaga;
  • Chefe: É o dono da vaga, ou seja, seu futuro chefe. O maior interessado em preencher a vaga;
  • Chefe do chefe: É quem tem o poder final de decisão de qual candidato será contratado. Às vezes os chefes têm o poder dessa escolha;
  • RH: É o Departamento de Recursos Humanos. Tem o papel de ajudar o chefe no recrutamento e triagem dos candidatos;
  • Headhunters: empresas terceirizadas que realizam o papel do RH. Têm a função de encontrar a combinação mais adequada entre empresa e candidato.

Podemos tirar um ensinamento simples, porém importantíssimo, da frase de Sun Tzu:

"Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas".

Bem, mesmo um emprego não sendo uma "guerra", a ideia é que para garantir o sucesso é necessário se conhecer.

Então, segundo o autor, é necessário fazer algumas perguntas a si mesmo: "Quais as competências que eu tenho e quais ainda preciso desenvolver ou adquirir? Quais são meus pontos fracos? E os fortes?"

No início, pode ser difícil responder a essas perguntas com o autoconhecimento e a autenticidade necessários, mas para ter êxito é importante se auto analisar constantemente.

Destacando o currículo em meio a um mar deles

Segundo Marcelo de Freitas Nóbrega,

"A leitura de um currículo pelo recrutador de RH é um momento decisivo na estratégia vendedora do candidato a uma vaga. Mas, não é o único: os contatos de networking e as entrevistas (em especial a primeira) são também momentos igualmente decisivos."

Bem, todos sabemos que o objetivo do currículo é conseguir a primeira entrevista, mas nem todos sabem como prepará-lo.

O leitor de currículos é um profissional que lê, em média, um currículo a cada 40s. Ele está instruído a encontrar um motivo para não entrevistar você.

Afinal, encontrar o perfil que não se encaixa na vaga é bem mais simples, comparando com o perfil que se encaixa. Pois para saber se um candidato está apto é necessário que ele passe por mais etapas.

Para garantir a primeira entrevista, foque no essencial, tome cuidado para não colocar nada lá que prejudique o próximo momento da verdade.

Marcelo Nóbrega sugere que:

"Um bom currículo deve conter poucas informações, apenas as essenciais. Deve ser conciso e bem organizado, indo direto ao assunto, mas com elegância e sem abreviaturas ou emissões de palavras ou dados. A diagramação tem que facilitar a leitura, com tipografia e entrelinhas adequadas".

Não se preocupe em passar todas as informações sobre você, isso pode impedir que o leitor encontre o que realmente procura. Outro ponto-chave é se atentar a quem vai ler seu currículo. Examine a relevância que a informação sobre você terá aos olhos do recrutador.

Superando essa etapa, você irá se deparar com outra igualmente importante: a entrevista. "E agora? Como se preparar?".

Entrevista - a hora do RH

A etapa da entrevista é outro momento decisivo do processo seletivo e, como nos outros, você não pode errar. Aliás, mais do que nunca, você deverá dar o seu melhor. Em outras palavras, a sua única opção é impressionar o entrevistador.

Segundo Marcelo de Freitas Nóbrega,

"As empresas buscam pessoas que tragam soluções e não mais problemas. E para falar ainda mais claro: elas querem pessoas que gerem mais dinheiro do que aquilo que custam".

Então, para encontrar esse candidato específico, os avaliadores fazem uma comparação. Essa é a palavra-chave neste ponto. Tenha em mente que suas habilidades e pontos fracos serão comparados com aquilo que a empresa está procurando.

Afirmar que possui as habilidades necessárias não é suficiente, é preciso que você mostre isso. A melhor maneira de fazer isso é contando histórias, não apenas respondendo perguntas.

Para contar sua história, utilize o modelo STAR — sigla formada pelas palavras em inglês Situation (situação), Task (tarefa), Action (ação) e Results (resultados).

Segundo o autor,

"O modelo STAR se baseia no princípio de que seu desempenho anterior é o melhor indicativo do desempenho futuro. Sua aplicação reduz a interferência de impressões e preconceitos pessoais, ao mesmo tempo que limita as possibilidades do candidato 'enganar' o entrevistador".

Antes de prosseguir, você pode ter notado que não focamos em qualidades técnicas até aqui. É isso mesmo. Atualmente, as empresas estão focando em competências comportamentais. Afinal, técnicas podem ser ensinadas e treinadas, já comportamentos dificilmente são alterados.

Seguindo o "modelo por competências" a empresa aumenta as chances futuras de sucesso, desempenho superior e satisfação do candidato escolhido.

Para entender como aplicar o modelo STAR, o autor apresenta alguns exemplos; separamos um deles, que diz respeito à adaptabilidade:

  • A definição de adaptabilidade - Capacidade de se adaptar a diferentes pessoas, situações e às mudanças no ambiente de trabalho;
  • Algumas perguntas que abordam essa competência - "Vejo que você já mudou de cidade algumas vezes. Qual foi a maior dificuldade enfrentada nessas mudanças? Como você a superou?";

Uma possível resposta no modelo STAR seria:

"Bem, eu realmente já mudei de cidade algumas vezes (Situação). Gosto de fazer isso, pois me dá a possibilidade de conhecer pessoas e lugares novos — e também de aprender e fazer coisas novas."


Penso que minha rede de amigos é muito maior por conta dessas mudanças (Resultado).


Mas não é simples. Há dificuldades importantes. Deixar família e amigos é um dos grandes inconvenientes (Tarefa). Mas, como essas decisões são tomadas em família, todos nós sabemos e aceitamos as consequências.


Hoje em dia, é fácil e barato manter contato com pessoas que estão distantes. Mantemos contato frequente com todos, e não apenas em datas especiais: sempre visitamos e recebemos visitas de amigos — o que possibilita o objetivo de conhecer e explorar lugares novos (Ação) "."

Note que a sequência das letras que representam a palavra STAR, que aparecem na resposta, não é necessariamente linear. Na resposta apresentada ela veio como S-R-T-A.

Quando formular sua resposta, não existe uma ordem determinada para utilizar as quatro palavras, fique à vontade para responder da forma que achar melhor. Entretanto, lembre-se de usá-las.

O que outros autores dizem a respeito?

No livro "Mindset", a autora Carol S. Dweck diz que o mundo é dividido entre pessoas que são abertas ao aprendizado e as que são fechadas para isso. E esse traço afeta tudo na vida, desde a sua visão do mundo até os seus relacionamentos interpessoais.

Já na obra de Dale Carnegie, "Como Falar em Público e Encantar as Pessoas", o autor ensina através de técnicas simples, porém extremamente eficientes, como lidar com pessoas e conseguir o que quer delas mudando seu comportamento.

Temos ainda a famosíssima obra de Marcus Buckingham e Donald Clifton, "Descubra Seus Pontos Fortes". Provavelmente, você sabe tudo sobre suas falhas e defeitos. Mas, e quanto aos seus pontos fortes? Afinal, o que é um ponto forte? E, ainda mais importante, por que você não foca neles?

Certo, mas como posso aplicar isso na minha vida?

Agora você tem as ferramentas para entrar em campo preparado para vencer. Ao participar de um processo seletivo, confira se:

  • Sua lista de habilidades pessoais está exemplificada sobre fatos concretos de realizações pessoais;
  • Seu discurso de venda está preparado: informar realizações pessoais, competências essenciais e o aprendizado com seus erros;
  • Seu currículo está devidamente preparado;
  • O modelo STAR está verdadeiramente formulado;
  • Já definiu respostas para as perguntas mais comuns dos entrevistadores;
  • Sabe responder qualquer pergunta sobre a empresa.

Todos os passos estão claros? Então a decisão de conquistar um novo emprego está tomada.

Gostou desse resumo do livro "Você Está Contratado"?

O que achou da obra de Marcelo de Freitas Nóbrega, "Você Está Contratado"? Deixe seu feedback para sabermos sua opinião e oferecermos sempre o melhor para você!

Se quiser se aprofundar mais no assunto, você pode aproveitar e adquirir o livro clicando no link abaixo:

Livro Você Está Contratado

Adicionar aos favoritos
Ler mais tarde
Marcar como lido
Create Account
Cadastre-se gratuitamente

E receba semanalmente resumo dos maiores best sellers para ler e ouvir quando quiser!