Paixão por Vencer - Jack Welch

Veja o plano detalhado para que você se transforme em um verdadeiro vencedor, tanto profissional quanto pessoalmente.

Favoritar
Salvar
Lido

Jack Welch reuniu no livro “Paixão por Vencer” suas experiências, conhecimentos, técnicas e aprendizados adquiridos após liderar empresas reconhecidas mundialmente.

Gestor da General Electric (GE) por mais de 40 anos, o autor fez com que essa companhia obtivesse sucesso frente aos concorrentes e colaborou para que ela se tornasse a mais valiosa do mundo, na época.

Jack sabia vencer, portanto, vamos logo descobrir o que ele tem a nos dizer!

Sobre o livro “Paixão por Vencer”

“Paixão por Vencer” é a versão traduzida do livro, “Winning”, que foi publicado em 2005 pelos autores Jack Welch e Suzy Welch. O objetivo da obra é trazer para o leitor conselhos para as situações mais difíceis que enfrentamos dentro e fora do trabalho.

Nesse livro, Jack apresenta exemplos da sua vida real, e soluções de muitos problemas que enfrentamos diariamente, tanto pessoal quanto profissionalmente.

O conteúdo do livro é dividido em três partes: um olhar para dentro da empresa, fazendo uma análise desde a liderança até a seleção; para fora da empresa, focando em estratégias e concorrentes; e por último, um olhar sobre a sua carreira e a busca pelo equilíbrio ideal.

Sobre os autores Jack Welch e Suzy Welch

Jack Welch atuou como CEO da General Eletric (GE) por 21 anos.

Durante esse tempo, ele aplicou suas técnicas gerenciais inovadoras, que, posteriormente, se tornaram conhecidas em todo o mundo e fizeram com que a GE se transformasse em uma das mais admiradas e bem-sucedidas organizações do mundo.

Desde 2001, quando se aposentou, atuava como conferencista. Nessa jornada, ele já palestrou para mais de 250 mil pessoas. Jack Welch faleceu em 2020.

Suzy Welch é escritora, jornalista e esposa de Jack. Além disso, escreveu com o marido o best-seller, “Paixão por Vencer”.

Esse livro é indicado para quem?

Se você quer seguir uma trajetória semelhante a de Jack Welch, ou seja, um caminho de liderança e sucesso, a obra “Paixão por Vencer” é para você!

Além disso, o conteúdo apresentado no livro é para um público bastante diversificado, desde funcionários da linha de montagem até aos altos executivos.

Ideias principais do livro “Paixão por Vencer”

A seguir, separamos os pontos-chave apresentados pelos autores Jack Welch e Suzy Welch. São eles:

  • Empresas vencedoras possuem uma missão e valores poderosos e bem difundidos;
  • A franqueza é o principal segredo do sucesso, ela direciona os insumos do sucesso;
  • Tudo e todos são diferentes, logo é preciso investir no que traz maior retorno financeiro;
  • Durante o processo de contratação, contrate funcionários com as seguintes características: integridade, inteligência, maturidade, energia positiva, estofo, capacidade de execução, paixão, autenticidade e percepção;
  • Seja realista com os acontecimentos da sua vida, não negue a dimensão de um problema quando o mesmo aparecer.

Agora vamos ao conteúdo!

Faça o Download do Resumo do Livro "Paixão por Vencer" em PDF grátis

Está sem tempo para ler agora? Então faça o download gratuito do PDF e leia onde e quando quiser:

[Resumo do Livro] Paixão por Vencer - Jack Welch, Suzy Welch, PDF

A base de tudo

Missão e valores

Segundo os autores Jack Welch e Suzy Welch no livro “Paixão por Vencer”, o primeiro passo para quem deseja vencer é ter bem definida a sua missão: ela deve englobar exatamente como você vai vencer o desafio. Tendo claramente definido o caminho que deve seguir, as tomadas de decisões se tornam mais rápidas e precisas.

Além da missão, outro ponto que precisa ser bem definido são os valores. Eles são os comportamentos necessários e aceitáveis para que a missão estabelecida seja alcançada.

Assim definidos, tanto a sua missão quanto os valores têm de ser capazes de impactar todos os membros do seu time. Com isso, se faz necessário reconhecer aqueles que estão engajados e é até o caso de demitir aqueles que não comprarem a ideia.

Franqueza

Para Jack Welch, a franqueza é considerada o maior segredo do sucesso. Mas por que ela é tão importante?

Para que alcance o sucesso, é necessário que a sua empresa tenha grandes ideias, certo? Mas você concorda que isso não pode partir apenas dos líderes e diretores?

Todos da organização devem participar da elaboração de novos projetos. Conforme a obra “Paixão por Vencer”:

“A falta de franqueza bloqueia as ideias inteligentes, retarda as ações rápidas e impede que as pessoas capazes contribuam com todo o seu potencial. É algo devastador.”

Assim, quando ela faz parte dos nossos negócios, é possível fazer com que as pessoas tenham liberdade de falar o que realmente acreditam, fazendo com que contribuam para o desenvolvimento da organização.

Os 3 pontos-chave com que a franqueza contribui são:

  1. Trazer mais pessoas para conversar, fazendo com que as ideias fiquem mais claras e ricas;
  2. Aumentar a velocidade;
  3. Reduzir os custos.

Ótimo! Mas como fazer para conseguirmos alcançar a franqueza?

Jack explica em seu livro:

“Para conseguir franqueza, é necessário elogiá-la, recompensá-la e falar sobre ela. Acima de tudo, é importante demonstrá-la de maneira exuberante e até exagerada.”

Tenha em mente que a consolidação desses comportamentos são bastantes profundos, tornando o processo difícil e demorado.

Diferenciação

Todos os seres humanos são diferentes, logo, os seus funcionários também são. Dessa forma, para que alcance o melhor de sua equipe, é necessário ser diferente com eles também.

Com isso, uma das soluções encontradas pelos autores foi utilizar o sistema de meritocracia, aderindo o modelo de gestão 20-70-10. Ele consiste em todo ano:

  • Premiar 20% dos funcionários (aqueles com alto desempenho); 
  • Manter 70% dos funcionários (aqueles com desempenho mediano); 
  • Demitir 10% dos funcionários (aqueles com pior desempenho).   

Segundo Jack Welch em “Paixão por Vencer”, esse não é o sistema perfeito, mas é o que gerou maiores resultados em toda sua jornada.

Sua empresa

Liderança

Quando você assume um cargo de liderança, é requerido que suas atitudes e comportamentos sejam transformados. Afinal, agora o sucesso depende do crescimento dos outros, e você é o responsável por despertar isso neles.

Para que você gerencie a sua equipe, não existe uma receita de bolo. Pois cada líder possui uma forma diferente de conduzir a sua equipe, cada um dispõe de uma lista de regras da liderança e que funciona.

Por isso, Jack Welch fala para você construir suas regras e segui-las fortemente. Durante suas experiências frente à GE, ele utilizou 8 regras e diz que acreditava ser a maneira certa de liderar em todos os seus contextos, as regras são:

  1. Os líderes são incansáveis em melhorar a equipe, usando todos os encontros como oportunidades para avaliar, treinar e reforçar a autoconfiança;
  2. Os líderes se empenham para que as pessoas não só compreendam a visão, mas também para que a vivenciem e a respirem;
  3. Os líderes se põem no lugar de todos, transpirando energia positiva e otimismo; 
  4. Os líderes angariam confiança com franqueza, transparência, e reconhecendo os méritos alheios;
  5. Os líderes têm coragem para tomar decisões impopulares e agir com base no instinto;
  6. Os líderes questionam e instigam, por meio de uma curiosidade constante que se aproxima do ceticismo, esforçando-se para que suas perguntas sejam respondidas com ação;
  7. Os líderes inspiram a aceitação de riscos e o aprendizado constante, dando o exemplo;
  8. Os líderes comemoram.

Seleção de pessoal

Nesta parte, vamos entender como colocar os jogadores certos em campo.

Fique sabendo que amizade e experiência não são o suficiente para que você obtenha sucesso. É preciso muitos outros atributos, afinal é uma etapa importantíssima e apresenta um alto grau de dificuldade.

Jack nos conta em seu livro “Paixão por Vencer” que, para conseguir pessoas ótimas em determinadas funções, ele utilizava duas estratégias:

A primeira estratégia é denominada como “As provas dos nove”:

  • Teste de integridade: as pessoas com integridade dizem a verdade e cumprem suas promessas. Assumem responsabilidade por suas ações passadas, admitem seus erros e são corrigidas;
  • Teste de inteligência: o candidato deve ser dotado de forte curiosidade intelectual, com uma amplitude de conhecimentos suficiente para trabalhar no setor desejado;
  • Teste de maturidade: a capacidade de enfrentar as situações de sufoco, de lidar com o estresse e com os retrocessos, e, no sentido oposto, naqueles momentos maravilhosos de curtir o sucesso com a mesma dose de orgulho e humildade.

A segunda estratégia é baseada no modelo 4-E (e 1-P):

  • Energia: são pessoas otimistas e positivas, têm gosto pela vida e pelo trabalho;
  • Energização: têm capacidade de inspirar a equipe e aceitar grandes desafios;
  • Estofo: têm coragem de tomar decisões difíceis, mesmo com baixos recursos;
  • Execução: pessoas que concluem suas tarefas de forma eficaz e suportam qualquer obstáculo no caminho;
  • Paixão: são pessoas com grande interesse em sua empresa e ficam contentes e motivadas com conquistas e aprendizados do time em geral.

Gestão de pessoas

Agora que você já tem os jogadores certos em campo, é hora de gerenciá-los a fim de obter uma equipe vencedora. Com isso, o autor Jack Welch nos apresenta algumas práticas de gestão de pessoas:

  1. Elevar o RH à posição de poder e primazia na organização e garantir que o pessoal de RH tenha qualidades especiais para ajudar os gerentes a construir líderes e carreiras;
  2. Usar sistemas de avaliação rigorosos, não burocráticos, que enfatizem acima de tudo a integridade pessoal, com alto rigor;
  3. Criar mecanismos eficazes (dinheiro, reconhecimento e treinamento) para motivar e reter o pessoal;
  4. Encarar os relacionamentos difíceis - com os sindicatos, com as estrelas, com os decadentes e com os encrenqueiros;
  5. Combater a gravidade, e em vez de tratar os 70% do meio como massa que segue a corrente, considerá-los o coração e a alma da organização;
  6. Desenhar organogramas tão horizontalmente quanto possível, com clareza ofuscante nas relações de subordinação e nas definições de atribuições.  

Aproveitando que estamos falando de contratações, vamos falar do inverso agora, as demissões. Você sabe quando deve e como fazer uma demissão de maneira correta?

Jack sugere em seu livro “Paixão por Vencer” que os funcionários que são incompetentes, apresentam mau desempenho e violam as regras da empresa não devem fazer parte do time.

O anúncio de desligamento deve acontecer sem surpresa, pois você já terá dado vários feedbacksa esse funcionário.

Mudanças

A mudança é algo que gera confusão e algumas discórdias, mas ela é essencial para que o seu negócio seja vencedor.

Para isso, os autores dizem que todos devem entender o real motivo da mudança. Além disso, para que esse processo se torne simplificado, eles revelaram as 4 práticas que utilizam, são elas:

  1. Amarre todas as iniciativas de mudança a um propósito ou objetivo claro. A mudança apenas pelo amor à transformação é imbecil e irritante;
  2. Contrate e promova apenas crentes convictos e tipos dispostos a mudar;
  3. Erradique e descarte os opositores, ainda que o desempenho deles seja satisfatório;
  4. Fique de olho nos acidentes na estrada (aproveite as oportunidades e aprenda com os fracassos dos outros).

Os concorrentes

Estratégia

Já parou para pensar sobre o que realmente é uma estratégia?

Bom, os autores Jack Welch e Suzy Welch nos dizem que:

 “Significa fazer escolhas claras sobre como competir. Não se pode ser tudo para todos, não importa o tamanho do negócio ou a profundidade do seu lado.

Logo, ela pode ser compreendida como um verdadeiro jogo, que deve ser rápido e cheio de vida. E para que você saia vitorioso nesse jogo, veja os três passos abordados no livro “Paixão por Vencer” que Jack utiliza para elaborar suas estratégias:

  • Criar uma grande ideia de negócio, que seja inteligente, realista e apresente uma vantagem competitiva rápida;
  • Selecionar as pessoas certas para cada uma das funções, essa combinação vai acelerar sua ideia;
  • Adotar as melhores práticas para executar a ideia e adaptá-las ao contexto interno e externo atual da empresa. 

Resumindo, a estratégia consiste em encontrar a ideia e criar a trilha completa, tendo as melhores pessoas em seu time, ter uma execução atrás de outra execução e por fim, sempre focar na melhoria contínua.

Crescimento orgânico

O crescimento é importante em qualquer negócio e em qualquer momento, principalmente quando realizado de forma orgânica.

Para isso, você só vai conseguir obter sucesso caso escolha as melhores pessoas e não aquelas que estão desocupadas, além de estarem motivadas e agarrar essa oportunidade com unhas e dentes.

Lembre-se, também, de que você deve fornecer todo o recurso necessário para que o crescimento ocorra.

Por fim, deixo com você as 3 diretrizes apresentadas pelos autores Jack Welch e Suzy Welch e que contribuem nessa etapa:

  • Gastar o suficiente no início e designar as pessoas mais capazes, mais famintas e mais apaixonadas para funções de liderança;
  • Exagerar na exaltação sobre o potencial e importância do novo empreendimento;
  • Errar por excesso de liberdade; não ficar no pé do empreendimento.

Sua carreira

O emprego certo

Encontrar o emprego certo é algo muito satisfatório, afinal, fazer o que gosta acaba não sendo um trabalho, mas sim uma diversão.

Porém, conforme o livro “Paixão por Vencer”, para encontrar o trabalho ideal, você despenderá muito tempo e esforço, pois precisa se qualificar para sua função.

Dessa forma, é preciso se empenhar e dar o seu melhor, afinal, quanto melhor você for, maior vai ser a chance de encontrar o tão sonhado emprego.

Ser promovido

Para que você tenha sucesso, é necessário querer, e querer muito. Afinal, não existe essa tal de “sorte”, você é quem cria as suas oportunidades.

Veja quais práticas você deve começar a executar e quais você deve abolir da sua rotina, para que alcance a posição desejada, fundamentado na perspectiva de Jack Welch em sua obra “Paixão por Vencer”:

  • Produza resultados sensacionais, bem além das expectativas, e em todas as oportunidades amplie o seu cargo além das fronteiras estabelecidas;
  • Não induza seu chefe a usar capital político para impulsioná-lo;
  • Gerencie os seus relacionamentos com os subordinados com o mesmo cuidado que você gerencia os seus relacionamentos com o chefe;
  • Tenha atitudes positivas e as difunda ao seu redor;
  • Não permita que obstáculos impeçam o seu avanço;
  • Procure e aproveite as contribuições de muitos mentores;
  • Seja um dos primeiros defensores dos principais projetos e iniciativas da empresa.

Equilíbrio trabalho-vida

Uma das coisas mais difíceis no mundo atual é o gerenciamento de tempo e permanecer focado, não é mesmo?

No seu dia a dia, vão acontecer milhares de distrações e vários sabotadores de tempo.

Mas é preciso que você saiba destinar bem o seu tempo em família e trabalho, o tempo em trabalho tem que ser 100% focado nele, e o tempo em família tem que ser 100% focado em família, ou seja, temos que manter o foco no jogo em que estamos no momento.

Outro ponto explicado pelo autor Jack Welch no livro “Paixão por Vencer”, é ter capacidade suficiente de dizer “não” a tudo que não se enquadra em seu propósito de trabalho-vida, afinal, há muitas coisas que só querem te desviar de seus objetivos e não agregam em nada.

Fazer com que alcance todo esse equilíbrio é um processo que despende tempo e uma repetição contínua. Por fim, lembre-se de que esse equilíbrio obrigatoriamente tem de contribuir para a sua felicidade.

O que outros autores dizem a respeito?

No livro “Sonho Grande”, Cristiane Correa complementa a ideia do planejamento estratégico e ressalta a importância de manter um processo de melhoria contínua para alcançar seus objetivos.

Essas ideias foram inspiradas nas visões do trio de empreendedores mais ricos do Brasil. Além disso, o trio considera que os riscos são essenciais para alcançar resultados extraordinários, eles já diziam que o maior risco é não se arriscar.

Já no livro “Gestão do Amanhã”, os autores Sandro Magaldi e José Salibi Neto sugerem utilizarmos dois motores de crescimento. O motor 1 é responsável pelo dia a dia e pelo faturamento, fazendo com que a empresa tenha foco em sua operação atual. Já o motor 2 é o que leva a empresa a possuir foco no futuro.

Com isso, pretende-se alinhar a melhoria contínua do motor 1 com a inovação disruptiva do motor 2.

Por fim, no best-seller, “Empresas Feitas para Vencer”, o renomado autor, Jim Collins, também trata da importância de colocar as pessoas certas nos lugares certos.

Assim como Jack Welch, ele acredita que primeiro é preciso reunir as pessoas capacitadas para só então formular a estratégia correta. Além disso, ele diz que as pessoas certas são o maior ativo de uma empresa.

Certo, mas como posso aplicar isso à minha vida?

Neste momento, você já possui os principais insights necessários para vencer. Nessa caminhada em busca do sucesso, é indispensável que você mantenha seu objetivo claro, muito foco e persistência.

Recapitulando os propósitos de Jack e Suzy Welch, para que você conquiste a vitória, é necessário que você entenda:

  • Sua missão diz como você pode vencer, e seus valores demonstram o que você tem para chegar lá;
  • Tente diferentes empregos até encontrar o que mais se encaixa nas suas metas; 
  • Entregue excelentes resultados, não seja uma pedra no sapato do seu chefe; 
  • Entenda que crises podem acontecer. Assuma o pior problema e procure tirar a melhor lição.

Gostou dessa análise de “Paixão por Vencer”?

Chegamos ao fim deste Pocket Book. O que você achou?

Deixe o seu feedback nos comentários, pois ele é fundamental para a nossa melhoria contínua!

Além disso, você pode aproveitar para adquirir essa obra completa agora mesmo; basta clicar em uma das imagens abaixo:

Livro 'Paixão por Vencer'

Nota:

O conteúdo apresentado acima traduz a visão e análise crítica da nossa equipe de redatores, respeitando os fundamentos de propriedade intelectual no Brasil (artigo 8, inciso I).
Nenhuma parte do livro está sendo copiada. São conteúdos únicos e exclusivos, sempre dando créditos aos autores e indicando o link para aquisição da obra completa. A PocketBook4You respeita o código de direitos autorais de acordo com o estabelecido na legislação brasileira, Lei 9.610/98.
Este conteúdo é de propriedade exclusiva da PocketBook4You e está protegido pela Lei de Direitos Autorais em seus artigos 46, I, (a) e em seu artigo 47, isso porque não se trata de reprodução e também não lhe implicam qualquer descrédito, pelo contrário, o direito moral é protegido e, como ressaltado anteriormente, o leitor recebe um link para adquirir a obra. É proibida a reprodução deste material sem a autorização da empresa.

Adicionar aos Favoritos
Adicionar Para Ler
Marcar como Lido
Experimente ser premium

Experimente ser premium

Aprenda um novo livro a cada dia. Se inscreva na news e confira os destaques de hoje!